Agora somos imagens

fotografia e a hibridização entre humanos e telas

Palavras-chave: Fotografia, redes sociais, subjetividade

Resumo

A permeabilidade social da fotografia vem sendo propulsionada pelas câmeras conectadas nas dinâmicas das redes, evidenciando um fenômeno contemporâneo baseado em uma intensa sinergia entre imagem, tecnologia e subjetividade. Para subsidiar o debate sobre esse cenário, este artigo pretende desenvolver uma triangulação teórica entre Vilém Flusser, Bruno Latour e Régis Debray, propondo estabelecer caminhos interpretativos para o atual universo de produção e circulação da fotografia que, se entendida como tecnoimagem, também representa um ponto de apoio para pensarmos o papel da tecnologia como mediadora de identidades e relações sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wagner Souza e Silva, Universidade de São Paulo

Professor do Programa de Pós-graduação em Ciências da Comunicação da Escola de Comunicações e Artes da
Universidade de São Paulo (ECA/USP).

Carolina Vilaverde Ruta Lopes, Universidade de São Paulo

Mestranda do Programa de Pós-graduação em Ciências da Comunicação da Escola de Comunicações e Artes da
Universidade de São Paulo (ECA/USP).

Referências

BARROS, Ana Taís Martins Portanova . O sentido posto em imagem: a comunicação de estratégias contemporâneas de enfrentamento do mundo através da fotografia - relato de pesquisa. In: XXXII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Anais eletrônicos. Curitiba, 2009. Disponível em < http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2009/resumos/R4-1819-1.pdf>. Acesso em: 12 jun 2018.

BAZIN, André. Ontologia da imagem fotográfica. In: XAVIER, Ismail. A experiência do cinema. Rio de Janeiro: Graal, 1983.

DEBRAY, Régis. Vida e morte da imagem. Petrópolis: Vozes, 1994.

FLUSSER, Vilém. O universo das imagens técnicas - O elogio da superficialidade. São Paulo: Annablume, 2008.

_________. Filosofia da caixa preta. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2002.

LATOUR, Bruno. Jamais fomos modernos. São Paulo: Editora 34, 1994.

MACHADO, Arlindo. As imagens técnicas: da fotografia à síntese numérica. In: Pré-cinemas e pós-cinemas. Campinas: Papirus, 2002.

Publicado
2019-06-13
Como Citar
SILVA, W.; LOPES, C. Agora somos imagens. RuMoRes, v. 13, n. 25, p. 220-235, 13 jun. 2019.
Seção
Artigos