O Museu Paulista de Mário Neme (1960-1973)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1982-02672020v28e22

Palavras-chave:

Mário Neme, Museu Paulista, Museu Universitário, Pesquisa, Arqueologia, Museologia

Resumo

O presente artigo analisa a direção de Mário Neme à frente do Museu Paulista no decorrer dos anos 1960 até 1973. O intelectual assumiu o museu após o trabalho desenvolvido junto à organização da Exposição Histórica das Comemorações do IV Centenário da Cidade de São Paulo, ocorrida em 1954. Neme encontrou o museu com sérias dificuldades financeiras e de pessoal, com obras inacabadas desde 1953, o que impossibilitava o acesso do público ao espaço. A despeito das dificuldades encontradas, as ações e projetos empreendidos trouxeram mudanças significativas ao museu: desde sua abertura cotidiana ao público visitante, fortalecimento do setor de arqueologia, efetivação do curso de museologia, até sua anexação à Universidade de São Paulo, fato que o transformou paulatinamente em museu universitário. Para escrita do texto, foram analisados os relatórios anuais do museu, bem como aqueles que eram escritos pelas equipes de trabalho que compunham os quadros de pesquisadores e de funcionários da instituição. Foram realizadas, ainda, entrevistas com intelectuais e funcionários do museu. A leitura da documentação e as entrevistas concedidas permitiram perceber o Museu Paulista, durante a direção de Mário Neme, como um centro de pesquisas em desenvolvimento e importante espaço de sociabilidade dos intelectuais do período.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tathianni Cristini da Silva, Universidade Metropolitana de Santos

Bacharel e Licenciada em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestre em Engenharia de Produção pela UFSC. Doutora em História Social pela Universidade de São Paulo (USP), bolsa Capes. Pós-doutora pela Cátedra Jaime Cortesão/FFLCH/USP. Docente na Universidade Metropolitana de Santos (UNIMES) e pesquisadora associada ao projeto de Valorização Patrimonial do Monumento Nacional Ruínas Engenho São Jorge dos Erasmos (PRCEU/USP/BNDES) desde 2014.

Referências

FONTES IMPRESSAS

Documentação oficial do museu paulista

BALDUS, Herbert (dir.). Relatório de atividades do Museu Paulista no decorrer do ano de 1954. São Paulo: Mimeo, 14 jan. 1955.

BALDUS, Herbert (dir.). Relatório de atividades do Museu Paulista no decorrer do ano de 1956 a 1959. São Paulo: Mimeo, 14 jan. 1960a.

BALDUS, Herbert. Relatório de atividades do Museu Paulista no decorrer do ano de 1959. São Paulo: Mimeo, 15 jan. 1960b.

HOLANDA, Sérgio Buarque de (dir.). Relatório de atividades do Museu Paulista no decorrer do ano de 1955. São Paulo: Mimeo, 1956.

LEITE, Francisco Rodrigues Leite. Relatório da secção de História do Museu Paulista. São Paulo: Mimeo, 1960.

NEME, Mário (dir.). Relatório de atividades do Museu Paulista no decorrer do ano de 1960[1]. São Paulo: Mimeo, 15 jan. 1961[2]. Encadernado, nº. L43.

NEME, Mário (dir.). Relatório de atividades do Museu Paulista no decorrer do ano de 1962. São Paulo: Mimeo, 15 jan. 1963.

NEME, Mário (dir.). Relatório sucinto das atividades do Museu Paulista no decorrer do ano de 1964. São Paulo: Mimeo, 14 dez. 1964.

NEME, Mário (dir.). Relatório sucinto das atividades do Museu Paulista no decorrer do ano de 1965. São Paulo: Mimeo, 4 jan. 1966.

NEME, Mário (dir.). Relatório sucinto das atividades do Museu Paulista no decorrer do ano de 1966. São Paulo: Mimeo, 6 mar. 1967.

NEME, Mário (dir.). Relatório sucinto das atividades do Museu Paulista no decorrer do ano de 1967. São Paulo: Mimeo, 12 mar. 1968.

NEME, Mário (dir.). Relatório sucinto das atividades do Museu Paulista no decorrer do ano de 1968. São Paulo: Mimeo, 9 jan. 1969a.

NEME, Mário (dir.). Relatório sucinto das atividades do Museu Paulista no decorrer do ano de 1969. São Paulo: Mimeo, 31 dez. 1969b.

NEME, Mário (dir.). Relatório sucinto das atividades do Museu Paulista no decorrer do ano de 1970. São Paulo: Mimeo, 9 fev. 1971a.

NEME, Mário (dir.). Relatório sucinto das atividades do Museu Paulista no decorrer do ano de 1971. São Paulo: Mimeo, 17 dez. 1971b.

NEME, Mário (dir.). Relatório sucinto das atividades do Museu Paulista no decorrer do ano de 1972. São Paulo: Mimeo, 4 jan. 1973.

Outros documentos oficiais

BRASIL. Ato Institucional N° 5, 13 dez. 1968.

DECRETO n. 21.129, 7 mar. 1932, cria o Curso de Museus no MHN. Disponível em: <https://bit.ly/3acO9HI>. Acesso em: 2 fev. 2014.

REGULAMENTO do Museu Paulista, art. 2°, 1894:4.

Períodicos

LUCCA Jr., Domingos. Plano para 2 museus, sonho de 1 homem só. Folha de S.Paulo, São Paulo, 4 jul. 1962.

NEME, Mário. Utilização cultural de material de museu. In: Anais do Museu Paulista, Tomo XVIII, São Paulo, 1964b, p. 7-62.

LIVROS, ARTIGOS E TESES

ALVES, Ana Maria de Alencar. O Ipiranga apropriado. Ciência, política e poder. O Museu Paulista 1893-1922. São Paulo: Humanitas, 2001. (Série Teses).

ASSOCIAÇÃO de Docentes da USP. O controle ideológico na USP: 1964-1978. São Paulo: ADUSP, 2004.

ARRUDA, Maria Arminda do Nascimento. Metrópole e Cultura. São Paulo no meio do século XX. Bauru, SP: Edusc, 2001.

BARBUY, Heloísa. O Campus do Ipiranga. In: Cidades Universitárias: Patrimônio urbanístico e arquitetônico da USP. São Paulo: Edusp: Imprensa Oficial, 2005.

BOURDIEU, Pierre. Os usos sociais da ciência. Por uma sociologia clínica do campo cientifico. Trad. D. B. Catani. São Paulo: Unesp, 2004.

BOURDIEU, Pierre. As regras da arte: gênese e estrutura do campo literário. 2ª ed. 1ª reimp. Trad. M. L. Machado. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

BRAGA, Ana Isabel Vieira. Sistemas de documentação e inventário de uma colecção de cerâmica arqueológica da Quinta do Rouxinol. Relatório Mestrado (Museologia) – Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 2010.

BRANDÃO, Carlos Roberto Ferreira; COSTA, Cleide. Uma crônica da integração dos museus estatutários à USP. Anais do Museu Paulista, v. 15 n. 1 São Paulo jan./jun. 2007.

BREFE, Ana Cláudia Fonseca. O Museu Paulista. Affonso de Taunay e a memória nacional. São Paulo: Unesp: Museu Paulista, 2005.

CANDIDO, Antonio. Literatura e sociedade; estudos de história literária. 10ª ed. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2008.

COSTA, Madalena Cardoso da. João Rodrigues da Silva Couto e a “inovação museológica” em Portugal no século XX (1938-1964). In: ASENSIO, Mikel; LIRA, Sérgio; ASENJO, Elena; CASTRO, Yone. (eds). SIAM. Historia de las Coleciones, Historia de los Museos. Ano 3, v. 6, Universidad Autónoma de Madrid, 2012, p. 55-63.

CHOAY, Françoise. A alegoria do patrimônio. Lisboa: Edições 70, 2000.

COUTO, João. Curso de Museologia a estagiários para conservadores dos Museus, Palácios e Monumentos Nacionais. Separata de: Revista Ocidente, Lisboa, p. 1-23, 1965.

DUARTE, Paulo. Memórias. Selva obscura. v. III São Paulo: Hucitec, 1976.

ELIAS, Maria José. A morte de um liberal: uma louvação tardia. In: Anais do Museu Paulista, Tomo XXVIII, São Paulo, 1977/1978, USP, p. 101-117.

FARIA, Ana Carolina Gelmini de. Educar no museu: o Museu Histórico Nacional e a educação no campo dos museus 91932-1958). 2017. 292 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2017.

FERNÁNDEZ, Luis Alonso. Museología. Introducción a la teoría y práctica del museo. Madri: Istmo, 1993.

FLEMING, Maria Isabel D’Agostinho; FLORENZANO, Maria Beatriz Borba. Trajetória e perspectivas do Museu de Arqueologia da USP (1964-2011). Estudos Avançados, São Paulo, v. 25 n. 73, p. 217-228, 2011.

FRANÇOSO, Mariana. O Museu Paulista e a história da antropologia no Brasil entre 1946 e 1956. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 48, n. 2, p. 585-612, 2005.

HAYASHI, Maria Guimarães. Paulo Duarte, um Dom Quixote brasileiro. 2001. 200 f. Tese (Doutorado em História) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.

HOLANDA, Sérgio Buarque de. Entrevista com Sérgio Buarque de Holanda (1981). Novos Estudos, São Paulo, n. 69, p. 3-14, jul. 2004.

LOPES, Maria Margaret. O Brasil descobre a pesquisa científica. Os museus e as ciências naturais no século XIX. 2 ed. São Paulo: Hucitec; Brasília: UnB, 2009.

LOUSADA, Ana Maria. Conservador e Museólogo: Abordagem de Conceitos. Cadernos de Museologia, n. 1, 1993.

MAGALHÃES, Aline Montenegro. Troféus da guerra perdida: um estudo histórico sobre a escrita de si de Gustavo Barroso. 2009. Tese (Doutorado em História Social) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2009.

MALHEIRO, Maria Cecília Stávale. O arquivo Aguirra do Museu Paulista. In: Anais do Museu Paulista, t. 28, 1977/1978.

MENESES, Ulpiano Toledo Bezerra de. Museu Paulista. In: Estudos Avançados, São Paulo, v. 8, n. 22, 1994, p. 573-578.

MENDONÇA, Edgar Sussekind de. A extensão cultural nos museus. Rio de Janeiro: Museu Nacional, 1946. (Publicações avulsas, 3).

MISAN, Simona. Os museus históricos e pedagógicos do estado de São Paulo. Anais do Museu Paulista, São Paulo, v.16. n.2. p. 175-204. jul.-dez 2008.

MORIN, Edgar. Para sair do século XX. 30ª ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

PAULA, Eurípedes Simões de. Prefácio. Dédalo, São Paulo, v. 1, p. 02, 1965.

PFROMM NETO, Samuel. O gigante piracicabano: Mário Neme. In: Piracicaba de outros tempos. Campinas/SP: Ed. Átomo, Ed. PNA, 2001, p. 67-73.

REVISTA DO BRASIL. Número especial dedicado a Sérgio Buarque de Holanda. Rio de Janeiro, Rio Arte, ano 3, n. 6/87, jul. 1987.

SIRINELLI, Jean-François. F. Os intelectuais. In: REMOND, René. (org.). Por uma história política. 2ª ed. Trad. D. Rocha. Rio de Janeiro: FGV, 2003, p. 231-260.

SEVCENKO, Nicolau. Literatura como missão. Tensões sociais e criação cultural na primeira República. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. O espetáculo das raças. Cientistas, instituições e questão racial no Brasil (1870-1930). 10ª reimp. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

SILVA, Tathianni Cristini da. O texto, ações intelectuais e o desenvolvimento do pensamento museológico nas décadas de 1950 a 1970. In: CHRISTOFOLETTI, Rodrigo (org.). Bens culturais e Relações internacionais. O patrimônio como espelho do soft power. Santos: Editora Universitária Leopoldianum, 2017, p. 301-318.

SIQUEIRA, Graciele Karine. Curso de Museus – MHN, 1932-1978. O perfil acadêmico profissional. 2009. 178 f. Dissertação (Mestrado em Museologia e Patrimônio) – Centro de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2009.

VALENTE, Giselle Laguardia. As missões culturais de Sérgio Buarque de Holanda. 2009. 319 f. Tese (Doutorado em Memória Social) – Centro de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2009.

Entrevistas

COSTA, Emília Viotti da. [Entrevista cedida a] SILVA, Tathianni Cristini da. São Paulo, 22 fev. 2014.

ELIAS, Maria José. [Entrevista cedida a] SILVA, Tathianni Cristini da. São Paulo, 26 out. 2011.

Downloads

Publicado

2020-09-09

Como Citar

Silva, T. C. da. (2020). O Museu Paulista de Mário Neme (1960-1973). Anais Do Museu Paulista: História E Cultura Material, 28, 1-30. https://doi.org/10.1590/1982-02672020v28e22

Edição

Seção

Museus