Hematological adaptation in Holstein calves during the neonatal period

  • Sylvia Marquart Fontes Novo Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Clínica Médica
  • Renata Leite Freitas Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Clínica Médica
  • Cynthia Pereira da Costa e Silva Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Clínica Médica
  • Vinicius Alvim Passos Baldacim Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Clínica Médica
  • Camila Costa Baccili Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Clínica Médica
  • Juliana França dos Reis Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Clínica Médica
  • Mitika Kuribayashi Hagiwara Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Clínica Médica
  • Viviani Gomes Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Clínica Médica
Keywords: Cattle, Newborns, Blood count, Neutrophil-lymphocyte ratio

Abstract

The aim of this study was to evaluate the hematological profile of Holstein calves during the first month of life. Blood samples were harvested (n = 208) from 26 calves, from birth until 30 days of life. Hematologic values were determined by an automatic system associated with differential leukocyte count by manual methods. Variations in the erythrogram components were detected from birth up to the 30th day of life, except for hemoglobin (Hb) concentration and Mean Corpuscular Hemoglobin Concentration (MCHC). At birth, higher values were observed for hematocrit, Mean Corpuscular Volume (MCV) and Mean Corpuscular Hemoglobin (MCH) that decreased in subsequent moments. During the first days of life, leukocytosis was found due to neutrophilia and eosinopenia. A gradual increase of lymphocytes with the increase of age was also observed. Finally, the present research showed that the first month of life is a hematological adaptation period. Based on the results, it detected that blood component variations, characterized by hemoconcentration and leukocyte prolife compatible with glucocorticoids response up to the 4th day of life, were responsible for neutrophil lymphocyte ratio > 1.0 at birth.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Sylvia Marquart Fontes Novo, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Clínica Médica
Sylvia Marquart Fontes Novo, Médica Veterinária pela Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP - CLM). Mestranda do Departamento de Clínica Médica FMVZ/USP/São Paulo SP, área de Clínica Médica de Ruminantes, sob a orientação: Profa Dra Viviani Gomes. Estágio Curricular Supervisionado no Departamento de Higiene Veterinária e Saúde Pública FMVZ/UNESP/Botucatu SP, área de Higiêne Zootécnica, sob a orientação: Profº Assistente Drº Paulo Francisco Domingues, e no Departamento de Clínica Médica FMVZ/USP/São Paulo SP, área de Clínica Médica de Ruminantes, sob a orientação: Prof Dr Fernando José Benesi. CRMV-SP 31586.
Renata Leite Freitas, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Clínica Médica
Médica veterinária formada pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (FMVZ-USP). Durante a graduação, exerceu atividades relacionadas a bovinocultura leiteira e foi bolsista de iniciação científica pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Atualmente é mestranda do programa de pós-graduação do Departamento de Nutrição e Produção Animal (VNP/ FMVZ-USP).
Cynthia Pereira da Costa e Silva, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Clínica Médica
Possui graduação em Medicina Veterinária pelo Centro Universitário Anhanguera (2011) e Mestrado no Departamento de Clínica Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (FMVZ-USP). Atuando principalmente nos seguintes temas: colostro, inflamação, mastite, periparto, proteínas de fase aguda e citocinas pró-inflamatórias.
Vinicius Alvim Passos Baldacim, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Clínica Médica
Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal do Paraná (2011) e Mestrado no Departamento de Clínica Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (FMVZ-USP) . 
Camila Costa Baccili, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Clínica Médica
Possui graduação em Medicina Veterinária (UNIP-Campinas, 2010), Especialização (Latu Sensu) em Reprodução e Clínica Médica de Bovinos e Eqüinos (2001) pelo Instituto Qualittas- Faculdade Castelo Branco, Mestrado (2013) e atualmente Doutoranda (2014) em Clínica Veterinária pela FMVZ-USP. Membro do Conselho Consultivo da Associação Paulista de Buiatria.
Juliana França dos Reis, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Clínica Médica
Médica Veterinária formada pela Universidade Anhembi Morumbi, em 2013. Mestranda pelo Departamento de Clínica Veterinária da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo - FMVZ/USP, orientadora: Profa. Dra. Viviani Gomes.
Mitika Kuribayashi Hagiwara, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Clínica Médica
Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade de São Paulo (1965), mestrado em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (1974) e doutorado em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (1979). Professora Titular (Aposentada) do Departamento de Clínica Médica da F.M.V.Z./ USP. Professor Colaborador (pós-graduação) da Universidade de São Paulo, no período de 2002 a 2012. Atualmente é Professor Sênior da USP. Atuou no ensino, pesquisa e extensão de Clínica Médica de Pequenos Animais e de Patologia Clínica Veterinária. Organizou e ministrou Curso de Especialização (lato sensu) em Patologia Clínica Veterinária nos anos de 1986, 1988, 1990, 1992, 1994, 2006, 2008 e 2010 sob a égide da Pro-Reitoria de Cultura e Extensão da USP. Tem longa experiência na Clínica de Pequenos Animais (Cães e Gatos) principalmente em relação a Imunologia e Hematologia nessas espécies. É pesquisador Responsável pelo Grupo de Pesquisa em Patologia Clínica Veterinária (FMVZ-USP). Linhas de pesquisa principais: Hematologia e Imunologia das doenças Infecciosas de Cães e Gatos, com ênfase em Hemoparasitoses e outras doenças transmitidas por vetores, Retroviroses felinas (leucemia viral e imunodeficiência dos felinos) e Leptospirose canina.
Viviani Gomes, Universidade de São Paulo, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Departamento de Clínica Médica
Prof. Dra. Viviani Gomes possui graduação em Medicina Veterinária (UNIP-SP), Residência em Clínica e Cirurgia de Grandes Animais (FMVZ-USP), Mestrado e Doutorado em Clínica Veterinária (FMVZ-USP) e Pós-Doutorado em Imunologia Clínica (University of Georgia - USA). Professora Doutora II do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo e vice-chefe do Serviço de Clínica de Bovinos e Pequenos Ruminantes junto ao Hovet (FMVZ-USP). Possui experiência na área de Medicina da Produção com ênfase em gado leiteiro, período de transição, desenvolvimento de bezerras, neonatologia e vacinologia.
Published
2015-09-30
How to Cite
Novo, S., Freitas, R., Silva, C., Baldacim, V., Baccili, C., Reis, J., Hagiwara, M., & Gomes, V. (2015). Hematological adaptation in Holstein calves during the neonatal period. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, 52(3), 212-216. https://doi.org/10.11606/issn.1678-4456.v52i3p212-216
Section
ARTICLES

Most read articles by the same author(s)