Migrantes na periferia urbana do interior de São Paulo: trajetórias e identidade

  • Virgínia Ferreira da Silva Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Migrantes, Identidade, Representações sociais

Resumo

Este artigo analisa a construção e manutenção da identidade paranaense dentro do processo migratório, considerando o contexto e o conjunto de relações sociais com os quais os migrantes se deparam no bairro Cidade Aracy, sito na cidade de São Carlos, interior de São Paulo. Há no bairro uma série de representações que favorecem o paranaense em contraposição ao migrante nordestino, o que redunda em melhores posições para os primeiros, inclusive quanto à inserção no mercado de trabalho. Os paranaenses apresentam uma trajetória ligada a outros estados do Brasil, como Bahia, Minas e São Paulo, mas acredita-se que a existência de tais representações contribua para que prevaleça a identidade paranaense.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Virgínia Ferreira da Silva, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Doutoranda em Antropologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro
Publicado
2007-01-01
Como Citar
Silva, V. (2007). Migrantes na periferia urbana do interior de São Paulo: trajetórias e identidade. Cadernos CERU, (18), 91-105. https://doi.org/10.1590/S1413-45192007000100006
Seção
Dossiê Amazônia