O Uso da militância política na constituição de espaços de debates filosóficos no Brasil

  • Daniela Maria Ferreira Universidade Federal de Pernambuco
Palavras-chave: Militância política, Filósofos brasileiros, Associações de Filosofia

Resumo

O presente artigo examina o uso da militância política na constituição de espaços de debates filosóficos no Brasil, nas décadas de 70 e 80. Ele mostra, por meio da reconstituição da trajetória social de um conjunto de filósofos (dezessete), de que forma se constituíram os recursos sociais apreendidos na passagem pela militância política em movimentos de esquerda católica, como a Juventude Secundarista Católica (JEC), Juventude Universitária Católica (JUC) e a Ação Popular (AP), utilizados posteriormente na criação dos departamentos de Filosofia das principais universidades do país, de revistas especializadas, de associações e de programas de pós-graduação em Filosofia, sendo estes últimos os principais locais de produção filosófica no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Maria Ferreira, Universidade Federal de Pernambuco
Professora da Universidade Federal de Pernambuco
Publicado
2009-06-01
Como Citar
Ferreira, D. (2009). O Uso da militância política na constituição de espaços de debates filosóficos no Brasil. Cadernos CERU, 20(1), 205-222. https://doi.org/10.1590/S1413-45192009000100012
Seção
Dossiê Amazônia