A Educação ambiental sob a perspectiva da antropologia e da educação

  • Senilde Guanaes Universidade Estadual de Campinas; Faculdade de Educação
Palavras-chave: Educação ambiental, Cidadania, Antropologia, Educação, Sócio-ambientalismo

Resumo

Compreender a educação ambiental como um movimento amplo e envolvente, sustentado em uma profunda concepção de alteridade e coletividade voltadas à cidadania, é uma tentativa de contribuir para a discussão que vem se consolidando há algum tempo no contexto do sócio-ambientalismo e que campos de conhecimento como a antropologia e a educação podem contribuir com a profundidade e transversalidade exigidas pelo tema. Nesse sentido, propõe-se aqui um diálogo entre a antropologia e a educação, tomando como objeto empírico a União dos Moradores da Juréia (UMJ) - movimento coletivo em torno de direitos ambientais, fundado em 1990 no Estado de São Paulo. O objetivo do debate ora proposto é apresentar uma reflexão, ainda preliminar, sobre como os projetos políticos e as ações coletivas podem se dar a partir de um novo e amplo sentido de cidadania ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Senilde Guanaes, Universidade Estadual de Campinas; Faculdade de Educação
Pós-doutoranda FAPESP/ Faculdade de Educação – FE/Unicamp
Publicado
2009-12-01
Como Citar
Guanaes, S. (2009). A Educação ambiental sob a perspectiva da antropologia e da educação. Cadernos CERU, 20(2), 50-66. https://doi.org/10.1590/S1413-45192009000200004
Seção
Dossiê Amazônia