Imigração, assimilação e xenofobia: algumas notas

  • Lineu Norio Kohatsu Universidade de São Paulo - USP

Resumo

Este artigo tem por objetivo reunir algumas anotações feitas a partir dos estudos realizados no âmbito do grupo de pesquisa Migrações e Identidade. Tendo como ponto de partida alguns questionamentos sobre o conceito de assimilação, foram revistas as contribuições apresentadas por pesquisadores da Escola de Chicago, como W. I. Thomas & F. Znanieck e R. E. Park & E. W. Burgess, e de outros mais recentes como M. Gordon e R. Alba & V. Nee. Na sequência, tendo como referência o estudo da Personalidade Autoritária, realizado por T. W. Adorno e colaboradores, e os estudos realizados por J. L. Crochík no âmbito da psicologia, procurouse mostrar que a xenofobia, assim como outras formas de discriminação, tem em sua base o preconceito. Por fi m, considerando que o processo de inserção não depende apenas dos esforços do imigrante em adaptar-se à cultura dominante, mas, sobretudo do acolhimento por parte da sociedade receptora, entende-se como necessário reconhecer a xenofobia e outras manifestações do preconceito como barreiras que difi cultam e impedem a participação social plena.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lineu Norio Kohatsu, Universidade de São Paulo - USP

Professor Doutor do Instituto de Psicologia da USP.

Publicado
2019-06-05
Como Citar
Kohatsu, L. (2019). Imigração, assimilação e xenofobia: algumas notas. Cadernos CERU, 30(1), 50-75. Recuperado de http://www.periodicos.usp.br/ceru/article/view/158699
Seção
Dossiê Migrações