REQUALIFICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO CORTE DE CANA-DE-AÇÚCAR DA REGIÃO CENTRAL/SUDOESTE DO ESTADO DE SÃO PAULO FRENTE ÀS NOVAS DEMANDAS SOCIOAMBIENTAIS

  • Cristiane Aparecida Pelegrin Higuchi Faculdade Iteana de Botucatu
  • Osmar de Carvalho Bueno Universidade Estadual Paulista
Palavras-chave: Cana-de-açúcar, Mecanização, Protocolo Agroambiental, Qualificação Profissional.

Resumo

Conforme relatório anual da Companhia Nacional de Abastecimento - Conab de (2012), a lavoura da cana-de-açúcar continua em expansão no Brasil e o Estado de São Paulo corresponde a 52% da produção nacional. O objetivo deste trabalho foi estudar a expansão canavieira nos EDRs de Botucatu, Jaú e
Avaré frente ao “Protocolo Agroambiental” e os modelos de qualificação profissional ofertados. A metodologia utilizada constituiu-se em revisão bibliográfica.  A hipótese é de que as políticas dirigidas ao setor “canavieiro” para requalificação dos cortadores não atendem de forma concreta as necessidades dos trabalhadores. Os resultados encontrados permitem concluir ausência de políticas integradas para qualificar e recolocar esses trabalhadores, não assegurando, portanto, a recolocação daqueles que foram dispensados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiane Aparecida Pelegrin Higuchi, Faculdade Iteana de Botucatu
Professora Doutora. Coordenadora do Curso de Administração da Faculdade Iteana de Botucatu/SP.
Osmar de Carvalho Bueno, Universidade Estadual Paulista
Professor da Faculdade de Ciências Agronômicas/UNESP. Livre Docente.
Como Citar
Higuchi, C., & Bueno, O. (1). REQUALIFICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO CORTE DE CANA-DE-AÇÚCAR DA REGIÃO CENTRAL/SUDOESTE DO ESTADO DE SÃO PAULO FRENTE ÀS NOVAS DEMANDAS SOCIOAMBIENTAIS. Cadernos CERU, 24(2), 241-253. Recuperado de http://www.periodicos.usp.br/ceru/article/view/87217
Seção
Dossiê Amazônia