Memória, comunicação e cultura: o diálogo entre o Memorial da Resistência do Estado de São Paulo e o campo escolar

  • Maria Aparecida Baccega Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
  • Felipe Corrêa de Mello Escola Superior de Propaganda e Marketing
Palavras-chave: memoriais, Memorial da Resistência do Estado de São Paulo, ditadura militar, escola.

Resumo

Os memoriais são instituições museológicas voltadas para a coleta, preservação e comunicação de memórias e narrativas históricas. Espaços de articulação entre subjetividade e conhecimento envolvem diversas temáticas, objetos e contextos sociais e históricos. Nesse texto, fazemos alguns apontamentos sobre as características dos memoriais em geral, para, em seguida, destacarmos as instituições memoriais voltadas para o resgate das memórias acerca de episódios e períodos históricos de extrema violência e violação sistemática dos direitos humanos. Nesse contexto, propomos apresentar o trabalho realizado pelo Memorial da Resistência do Estado de São Paulo, bem como fazer alguns apontamentos de como esse estabelece um rico canal de diálogo com o campo escolar, constituindo- -se como uma instituição de interesse tanto para professores quanto alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Aparecida Baccega, Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Professora Livre Docente pela Universidade de São Paulo (USP). Decana do PPGCOM-ESPM, São Paulo, coordenadora do Grupo CNPq de Pesquisa em Comunicação, Educação e Consumo (ESPM).
Felipe Corrêa de Mello, Escola Superior de Propaganda e Marketing
Doutorando em Comunicação e Práticas de Consumo (PPGCOM-ESPM, São Paulo), bacharel em História (USP) e pesquisador do Grupo CNPq de Pesquisa em Comunicação, Educação e Consumo (ESPM), do qual este texto é um dos resultados.

Referências

ARAUJO, Marcelo Mattos; BRUNO, Maria Cristina Oliveira (org.). Memorial da Resistência de São Paulo. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 2009.

ARAUJO, Maria Paula.” O ensino de ditadura militar nas escolas: problemas e propostas de trabalho”. Em: Ditadura militar e democracia no Brasil: história, imagem e testemunho. ARAUJO, Maria Paula; SILVA, Izabel Pimentel da; SANTOS, Desirree dos Reis. (org.). Rio de Janeiro: Ponteio, 2013. pp. 9-10.

BACCEGA, Maria Aparecida. “Discurso da comunicação: encontro entre ficção e realidade.” em: Comunicação e Educação, Ano XII, n. 3, set/dez, 2007. pp. 23-34.

BACCEGA, Maria Aparecida. “Comunicação/educação e a construção de nova variável histórica”. In: Comunicação e educação, ano XIV, número 3, set./dez 2009.

CARVALHO, Alessandra. “O ensino da ditadura militar em sala de aula”. Em: Blog da Educação, 2014. Disponível em http://www.hmolog.blogeducacao.web305.kingshot.net/201404/alessandra-carvalho-o-ensino-da-ditadura-militar-na-sala-de-aula/ Acesso em: 20.05.14.

FEBVRE, Lucien. Combates pela história. Lisboa: Presença, 1985.

GRAMSCI, Antonio. Concepção Dialética da História. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1984.

ICM. International Council of Museums. 2014. Disponível em http://icom.museum/the-vision/museum-definition/. Acesso em: 10.05.14.

LEÇA, Fernando. Memorial da América Latina. Em: Comunicação & Educação, ano XIII, número 1, jan/abril, 2008.

MEMORIAL DA RESISTENCIA DE SÃO PAULO. www.memorialdaresistenciasp.org.br. S/D. Acesso em: 10.05.14.

MENESES, Ulpiano T. Bezerra de. “Do teatro da memória ao laboratório da História: a exposição museológica e o conhecimento histórico”. Em: Anais do Museu Paulista: História e Cultura Material. Vol. 2, n. 1, São Paulo, 1994.

MENEZES, Caroline Grassi de Franco; CHIOVATTO, Mila Milene; AIDAR, Gabriela. Pinacoteca do Estado de São Paulo: Memorial da Resistência – proposta pedagógica para uso de documentos históricos em sala de aula. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 2009.

NEVES, Kátia Regina Felipini. “Memorial da Resistência de São Paulo: uma perspectiva museológica processual”. Em: FERREIRA, Maria Letícia Mazzucchi; MICHELON, Francisca Ferreira. Memória e esquecimento. Pelotas: Ed. da Universidade Federal de Pelotas, 2012. pp. 35-66.

ROCHA, Rose de Melo; PEREIRA, Simone Luci; CAMPOS, Ana Paula de. Memorial do consumo: um arquivo sui generis. Trabalho apresentado no GP Comunicação e Culturas Urbanas, XII Encontro dos Grupos de Pesquisa em Comunicação, evento componente do XXXV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2012.

SCHAFF, Adam. História e verdade. São Paulo: Martins Fontes, 1983.

SCHLESENER, Anita Helena. Hegemonia e cultura: Gramsci. Curitiba: Editora UFPR, 2007.

SOARES, Inês Virgínia Prado; QUINALHA, Renan Honório. “Lugares de memória no cenário brasileiro da justiça de transição” Em: Revista Internacional de Direito e Cidadania, n. 10, pp. 75-86, junho/2011

Publicado
2014-09-22
Como Citar
Baccega, M. A., & Mello, F. (2014). Memória, comunicação e cultura: o diálogo entre o Memorial da Resistência do Estado de São Paulo e o campo escolar. Comunicação & Educação, 19(2), 97-107. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v19i2p97-107