"Os Pintores Futuristas" de Roberto Longhi

  • Vanessa Beatriz Bortulucce Centro Universitário Assunção – UNIFAI, São Paulo, SP Universidade São Judas, São Paulo, SP
Palavras-chave: Futurismo italiano, crítica de arte, arte moderna, Roberto Longhi.

Resumo

Este artigo apresenta, pela primeira vez em língua portuguesa, o texto “Os pintores futuristas”, escrito pelo historiador e crítico de arte Roberto Longhi (1890-1970). Professor, pesquisador, ensaísta e editor, Longhi possui uma posição de destaque no estudo da história da arte italiana. Seus escritos atestam seu conhecimento e erudição no campo das artes, e suas monografias foram pioneiras no processo de valorização de artistas como Mattia Preti, Caravaggio e Piero della Francesca. Constatação semelhante pode ser verificada com os pintores futuristas, aos quais Longhi dedicou, em 1913, um ensaio vibrante e consistente, que valoriza as obras do grupo, ao mesmo tempo que o insere na cronologia da arte italiana. Trata-se, portanto, de um texto de particular importância, por ser um dos primeiros trabalhos que se propõe a analisar, em profundidade, a estética futurista e sua produção pictórica

Biografia do Autor

Vanessa Beatriz Bortulucce, Centro Universitário Assunção – UNIFAI, São Paulo, SP Universidade São Judas, São Paulo, SP
É graduada em História (Unicamp, 1997), mestre em História da Arte e da Cultura (Unicamp, 2000), doutora em História Social (Unicamp, 2005), onde desenvolveu pesquisas sobre o Futurismo italiano. Possui pós-Doutorado pela FFLCH-USP (2013). Produziu vários artigos sobre a vanguarda italiana e relações arte e política no século XX. Traduziu diversos manifestos futuristas e colaborou com várias obras sobre o tema. É autora do livro A Arte dos Regimes Totalitários do Século XX – Rússia e Alemanha, publicado em 2008 pela editora Annablume/FAPESP. Traduziu e organizou a edição brasileira dos Diários de Umberto Boccioni, publicada em 2016 pela Editora da UNICAMP
Publicado
2016-06-10
Como Citar
Bortulucce, V. (2016). "Os Pintores Futuristas" de Roberto Longhi. Revista De Italianística, (31), 42-61. https://doi.org/10.11606/issn.2238-8281.v0i31p42-61
Seção
Artigos