Sardegna, tradução e interculturalidade

  • Susi Leolinda Rosas Queiroz Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA
  • Alessandra Caramori Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA
Palavras-chave: Literatura infantojuvenil, Tradução, Roberto Piumini, Sardenha.

Resumo

O presente trabalho, partindo da realização de uma tradução comentada, tem o propósito de refletir sobre questões práticas do processo tradutório, assim como sobre o público a que se destina. Considerando a perspectiva funcionalista dos estudos da tradução, foi analisado o capítulo “Sardegna” do livro infantil Italia storie, ballate e racconti do escritor italiano Roberto Piumini. Foram também abordados os conceitos de estrangeirização e domesticação propostos pelo teórico Lawrence Venuti ao discutir o objetivo principal deste trabalho: fazer conhecer ao público brasileiro um pouco da Itália através de suas regiões e de personagens importantes de sua cultura. A perspectiva da mediação cultural foi então decisiva para conduzir as escolhas do tradutor, incluindo sua opção por uma tradução comentada e por sua apresentação bilíngue.

Biografia do Autor

Susi Leolinda Rosas Queiroz, Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA
Mestranda do Programa de Literatura e Cultura da Pós-Graduação em Letras da UFBA. É graduada em Letras – Língua Estrangeira Moderna (italiano). Participa do Grupo de Pesquisa PRO.SOM da Universidade Federal da Bahia que desenvolve estudos sobre processos de criação e tradução interlingual, estabelecendo diálogos entre linguagens diversas: mídias, artes e sistemas semióticos.
Alessandra Caramori, Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA
È docente di Lingua e Letteratura Italiana presso l’Universidade Federal da Bahia (UFBA) dal 2009. È laureata in Lettere (portoghese e italiano) e, dopo il Master di ricerca in Lingua e Letteratura Italiana conseguito presso l’Universidade de São Paulo (USP), ha concluso un Dottorato in Linguistica nella stessa università. Ha realizzato nel 2013 un post-dottorato (con borsa di studio della CAPES) presso l’Accademia della Crusca per una ricerca in lessicografia, concentrandosi soprattutto sul fare lessicografico. È coordinatrice pedagogica del settore di lingua del NUPEL (Núcleo Permanente de Extensão em Letras) della UFBA. Sta attualmente realizzando il progetto di ricerca "Curta o dicionário" che ha come obiettivo l’elaborazione di un dizionario di espressioni idiomatiche, in italiano e in portoghese, tratte da cortometraggi italiani.
Publicado
2016-12-27
Como Citar
Queiroz, S. L., & Caramori, A. (2016). Sardegna, tradução e interculturalidade. Revista De Italianística, (32), 115-128. https://doi.org/10.11606/issn.2238-8281.v0i32p115-128
Seção
Artigos