Si è aperta una porta con dietro il buio: apontamentos sobre o filme La Rabbia, de Pier Paolo Pasolini

Autores

  • Julia Scamparini Universidade do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-8281.v0i39p4a13

Palavras-chave:

Cinema Italiano, filme-ensaio, documentário, Pier Paolo Pasolini

Resumo

Este ensaio sobre o filme La rabbia (1962), de Pasolini, dialoga com um momento histórico de muita produtividade de documentários ensaísticos e de análises e teorias a respeito. O olhar direcionado ao passado procura, então, atualizar-se por meio de escritos contemporâneos, e promove um encontro com o recente gesto de restaura ção e redescoberta de um filme desejado, mas não finalizado décadas atrás. Todo este contexto de análise e revisitação deixa claro que o filme La rabbia tem a raiva como sua espinha dorsal, antes, durante e depois: o sentimento poético-político da raiva que impulsiona o gesto artístico, como é de costume em Pasolini; a raiva pela matéria-prima, as imagens-inimigas, parte da metodologia de trabalho; e, finalmente, a raiva pela imposição do produtor e pelo embate indesejado com um opositor ideológico, após ter em mãos o filme pronto.

Biografia do Autor

Julia Scamparini, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Professora Adjunta do Departamento de Letras Neolatinas - Setor de Italiano da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ. É graduada em Letras - Português (2001) com complementação em Linguística (2003) pela UNICAMP, é Mestre em Linguística pela UFRJ (2006) e Doutora em Letras Neolatinas - Italiano também pela UFRJ (2010). Foi pós-doutoranda vinculada ao Departamento de Ciências da Linguagem da UFF, onde trabalhou na coordenação do Laboratório de Imagem e Som (lis.uff.br) e desenvolveu pesquisa em Literatura e cinema e Intermidialidade. Além da docência nas áreas de língua e cultura italiana, atua como tradutora.

Referências

AMOROSO, Maria Betania. Pier Paolo Pasolini. São Paulo: Cosac Naify, 2002.
BERTOLUCCI, Giuseppe. Note sul film La rabbia di Pasolini (2008). In CHIESI, Roberto (cur),
PASOLINI, Pier Paolo. La rabbia. Bologna: Edizioni Cineteca di Bologna, 2009.
CHIESI, Roberto (cur), PASOLINI, Pier Paolo. La rabbia. Bologna: Edizioni Cineteca di Bologna,
2009.
COMMOLI, Jean-Louis. Como filmar o inimigo. Ver e poder, a inocência perdida: cinema, televisão,
ficção, documentário. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2008.
DUFLOT, Jean (org), PASOLINI, Pier Paolo. As últimas palavras do herege. São Paulo: Brasiliense,
1983.
LINS, Consuelo; REZENDE, Luiz Augusto; FRANÇA, Andréa. A noção de documento e a
apropriação de imagens de arquivo no documentário ensaístico contemporâneo. Revista Galáxia, São
Paulo, n. 21, p. 54-67, jun. 2011.
MÜLLER, Adalberto. A semiologia selvagem de Pasolini. Devires, Belo Horizonte, v.3, n.1, p.88-
105, jan-dez. 2006.
PASOLINI, Pier Paolo. Uno dei rari arrabbiati italiani. In Povera Italia: interviste e interventi, 1949-
1975. Milano: Kaos edizioni, 2013.
__________. La lingua scritta della realtà. In Empirismo eretico. Milano: Garzanti, 2005.
__________. Appendice a “La rabbia”; “Confessioni tecniche” e altro. In Per il cinema. Milano:
Mondadori, 2001.
__________. & GUARESCHI, G. La rabbia [Streaming]. Itália: Gastone Ferranti, 1962.
XAVIER, Ismail. O cinema moderno segundo Pasolini. Revista Italianística, São Paulo, n. 1, p. 101-
109, 1993.

Downloads

Publicado

2019-12-30

Como Citar

Scamparini, J. (2019). Si è aperta una porta con dietro il buio: apontamentos sobre o filme La Rabbia, de Pier Paolo Pasolini. Revista De Italianística, (39), 4 - 13. https://doi.org/10.11606/issn.2238-8281.v0i39p4a13

Edição

Seção

Artigos