A Semiótica Narrativa e Discursiva como Instrumento na Integração entre o Ensino de Língua e de Literatura

  • Elisabetta Santoro Universidade de São Paulo

Resumo

Partindo de reflexões sobre a necessidade de integração entre o ensino de línguas estrangeiras e literatura, que pode ser concretamente realizada analisando textos literários em sala de aula, o artigo propõe a utilização da Semiótica narrativa e discursiva fundada por A. J. Greimas que, por constituir-se como teoria da significação, propicia a descoberta das relações no interior dos textos e ajuda a revelar aspectos dos discursos que unem o plano do conteúdo e o plano da expressão. Faz-se assim possível uma análise linguística dos textos poéticos, que permite perceber, por um lado, a funcionalidade discursiva dos fatos gramaticais e, por outro, a realização do literário e dos efeitos estilísticos nos textos.

Biografia do Autor

Elisabetta Santoro, Universidade de São Paulo
Docente da Área de Língua e Literatura Italianas no Departamento de Letras Modernas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidadede São Paulo (USP). Graduada em Lingue e Letterature Straniere na Università degli Studi di Bari (Itália) e em Tradução na Ruprecht-Karls-Universität de Heidelberg (Alemanha). Mestre em Língua e Literatura Italianas e doutora em Linguística pela USP. Publicou vários ensaios sobre temas ligados ao ensino/aprendizagem de línguas estrangeiras, interessando-se especialmente por questões relativas ao ensino do italiano no Brasil e à comparação entre italiano e português brasileiro.
Publicado
2009-12-30
Como Citar
Santoro, E. (2009). A Semiótica Narrativa e Discursiva como Instrumento na Integração entre o Ensino de Língua e de Literatura. Revista De Italianística, (18), 25-39. https://doi.org/10.11606/issn.2238-8281.v0i18p25-39
Seção
Artigos