A Erosão Linguística em Italianos Cultos em Contato Prolongado com o Português do Brasil: Os Clíticos e Alguns Efeitos na Estrutura do Enunciado

  • Tommaso Raso Universidade Federal de Minas Gerais
  • Heloisa Pereira Vale Universidade Federal de Minas Gerais

Resumo

Este trabalho examina a perda de alguns pronomes clíticos e a ligação que essa perda mostra com algumas específicas estruturas sintático-pragmáticasdo enunciado em italianos cultos em contato prolongado com o português do Brasil(PB). A partir da análise de dados extraídos de corpora de italianos monolíngues, brasileiros monolíngues e italianos bilíngues, emergem as considerações seguintes. Todos os pronomes analisados (lo acusativo, ci locativo e ne em suas várias funções) são perdidos em quantidade considerável, mesmo se em medidas diferentes. Ao contrário, notamos um aumento das formas de esserci devido a estratégias de simplificação lexical. A análise do pronome lo mostra, contudo, que não há redução, mas aumento das ocorrências, quando o pronome é anafórico de um constituinte deslocado à esquerda. A análise da estrutura do enunciado em monolíngues italianos e brasileiros mostra que estes últimos apresentam uma frequência muito maior de tematizações, o que explicaria a ocorrência alta do pronome nos bilíngues quando é requerido pelaprincipal estratégia tematizante em italiano.

Biografia do Autor

Tommaso Raso, Universidade Federal de Minas Gerais
É professor adjunto de linguística na UFMG; foi professor associado na Universidadede Veneza (Itália) onde desenvolveu trabalhos principalmente em filologia medieval e sobrea escrita profissional. Atualmente coordena dois projetos: o projeto C-ORAL-BRASIL, coleta de246 ! Revista de Italianística XVIII I 2009 corpus de fala espontânea do português do Brasil, e o estudo da erosão em falantes cultos de línguamaterna italiana em contato prolongado com o português do Brasil.
Heloisa Pereira Vale, Universidade Federal de Minas Gerais
Aluna de mestrado no programa de pós-graduação em estudos linguísticosda UFMG. Durante a graduação trabalhou dentro do projeto sobre a erosão linguística dositalianos cultos em contato prolongado com o português do Brasil, e atualmente trabalha dentrodo projeto C-ORAL-BRASIL, ambos coordenados por Tommaso Raso.
Publicado
2009-12-30
Como Citar
Raso, T., & Vale, H. (2009). A Erosão Linguística em Italianos Cultos em Contato Prolongado com o Português do Brasil: Os Clíticos e Alguns Efeitos na Estrutura do Enunciado. Revista De Italianística, (18), 77-93. https://doi.org/10.11606/issn.2238-8281.v0i18p77-93
Seção
Artigos