As Principais Características do Patrimônio Turístico Italiano Relacionadas à sua Terminologia

  • Rosemary Irene Castañeda Zanette Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Resumo

A Itália é o país que mais possui sítios da Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO em seu território. São 878 sítios, distribuídospor 145 países. Tais exemplares são importantes não só para o país que os possui, mas para todo o mundo, pois são exemplos conservados de paisagens naturais ou de edificações de vários períodos da história. Além do ponto de vista da preservação, os 43 sítios que se encontram na Itália são atrativos turísticos, que movimentam o setor turístico, gerando divisas. Desta forma, a importância desta lista abrange a esfera cultural, no sentido de que o povo deve, além de apreciar, cuidar de seus bens, e a esfera do Turismo, uma das atividades econômicas que mais tem crescido nos últimos anos. Por fim, uma análise da terminologia empregada para denominar os sítios pode indicar alguns traços das paisagens culturais e naturais mais valorizadas neste território.

Biografia do Autor

Rosemary Irene Castañeda Zanette, Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Mestre em Língua e Literatura Italianas pela USP e doutoranda em Linguística pela mesma instituição. Atua como docente efetiva do Curso de Letras Português/Italiano na UNIOESTE, Cascavel, desde agosto de 2006. Autora de trabalhos sobre aspectos culturais da relação Brasil/Itália e sobre terminologia, entre os quais “O contato do público com os termos técnicos do turismo”, publicado pela revista Estudos Linguísticos, de 2008.
Publicado
2009-12-30
Como Citar
Zanette, R. (2009). As Principais Características do Patrimônio Turístico Italiano Relacionadas à sua Terminologia. Revista De Italianística, (18), 123-135. https://doi.org/10.11606/issn.2238-8281.v0i18p123-135
Seção
Artigos