Le varietà del repertorio linguistico e l’insegnamento dell’italiano come lingua straniera

  • Carolina Pizzolo Torquato UFSC

Resumo

O italiano apresenta uma ampla gama de variação do seu
repertório linguístico que, como se sabe, não se limita à simples distinção entre língua e dialeto (ou língua e dialetos). Pode-se afirmar que a peculiar história da língua italiana produziu uma verdadeira multiplicidade de repertórios linguísticos, de forma que não existe um único repertório
válido para todos os italianos: até mesmo o, assim chamado, “italiano standard” (ou “neo-standard”) não é senão uma variante entre tantas outras que compõem a complexa arquitetura do italiano contemporâneo.
Conhecer o quadro dessas variantes linguísticas, aprender a distinguilas e a usá-las nos diferentes contextos situacionais, faz parte da competência comunicativa de um falante nativo ou estrangeiro.

Biografia do Autor

Carolina Pizzolo Torquato, UFSC

Carolina Pizzolo Torquato – É professora do Departamento de Língua e Literatura Estrangeiras
da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Tem doutorado em Literatura pela UFSC, atua no curso de Letras-Italiano e atualmente desenvolve pesquisas na área de língua italiana, linguística aplicada e tradução.

Publicado
2011-12-30
Como Citar
Torquato, C. (2011). Le varietà del repertorio linguistico e l’insegnamento dell’italiano come lingua straniera. Revista De Italianística, (21-22), 149-160. https://doi.org/10.11606/issn.2238-8281.v0i21-22p149-160
Seção
Artigos