Discurso e Memória: Identidade na Língua, no Tempo e no Espaço

  • Doris Natia Cavallari Universidade de São Paulo
  • Gigliola Maggio Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Língua, Discurso, Identidade, Memória, Imigração.

Resumo

O texto traça o percurso dos imigrados de Pedrinhas Paulista, seu processo de adaptação e de apreensão da nova língua, permeado pelo discurso do padre, Dom Ernesto, uma das figuras centrais da comunidade pedrinhense. Além disso, são analisados textos escritos por ele, elaborados no intuito de manter seus fiéis unidos.

Biografia do Autor

Doris Natia Cavallari, Universidade de São Paulo
Professora assistente doutora da Universidade de São Paulo. Tem experiência nárea de Letras, com ênfase em Literatura Italiana, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura italiana contemporânea, literatura do Humanismo e do Renascimento.
Gigliola Maggio, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo
Docente e pesquisadora da Área de Língua e Literatura Italiana da Universidade de São Paulo. É doutora em Geografia Humana pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.
Publicado
2008-12-30
Como Citar
Cavallari, D., & Maggio, G. (2008). Discurso e Memória: Identidade na Língua, no Tempo e no Espaço. Revista De Italianística, (17), 91-105. https://doi.org/10.11606/issn.2238-8281.v0i17p91-105
Seção
Língua e Imigração