A Erosão Sufixal dos Italianos Cultos en Contato com o Português Brasileiro (PB)

  • Tommaso Raso Universidade Federal de Minas Gerais.
Palavras-chave: Erosão linguística, Sufixação, Italianos no Brasil.

Resumo

O artigo discute os mecanismos da erosão sufixal em italianos cultos em contatos prolongado com o português brasileiro. O trabalho se baseia num corpus falado de cerca de 50.000 palavras e 13 informantes, e é homogêneo diastraticamente, e diafasicamente. Foram investigados os casos de perda sufixal em relação às regras de formação de palavras e à produtividade sufixal das duas línguas. As conclusões apontam para uma perda não casual mas concentrada nos sufixos menos produtivos, em particular quando a base é idêntica e a sufixação diferente, mas somente se concorre mais de um fator condicionante (tipicidade, produtividade, interferência, simplificação para uma única possibilidade a partir de mais variantes).

Biografia do Autor

Tommaso Raso, Universidade Federal de Minas Gerais.
Atuou como docente nas Universidades de Los Angeles e de Nápoles, foi professor associado de Linguística italiana na Università Ca´Foscari e, atualmente, é professor adjunto de Linguistica na Universidade Federal de Minas Gerais.
Publicado
2008-12-30
Como Citar
Raso, T. (2008). A Erosão Sufixal dos Italianos Cultos en Contato com o Português Brasileiro (PB). Revista De Italianística, (17), 109-125. https://doi.org/10.11606/issn.2238-8281.v0i17p109-125
Seção
Estudos Linguísticos