A porta como ponto vélico

  • Susan Blum Pessôa Moura Fundação Sidónio Muralha
Palavras-chave: Cortázar, espaço, ponto vélico

Resumo

Este artigo tem como objetivo demostrar a possibilidade a possibilidade de utilização de um elemento observado por Cortázar na análise de espaços dentro da literatura. O ponto vélico, elemento retirado da marítima, é observado por Cortázar como uma possível fissura inter-espacial que dialoga com entornos apresentados na ficção. Para exemplificação utilizou-se um conto do autor argentino.

Biografia do Autor

Susan Blum Pessôa Moura, Fundação Sidónio Muralha
Mestre em literatura pela UFPR, doutoranda em Teoria Literária e Literatura Comparada (DTLLC-USP), coordenadora de literatura na Casa de Artes Helena Kolody e instrutora de literatura na Fundação Sidónio Muralha
Publicado
2006-12-18
Como Citar
Moura, S. (2006). A porta como ponto vélico. Magma, (9), 53-60. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1769.mag.2006.64380
Edição
Seção
Ensaios