Aproximação de um problema: a ficção do leitor nas tramas de Guimarães Rosa

  • Mônica Gama Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Guimarães Rosa, ficcionalização, leitor, Tutaméia

Resumo

Este artigo propõe o apontamento de algumas questões relativas à construção da imagem do leitor nas tramas de Guimarães Rosa. Partiremos da percepção de que o texto ficcional é composto por uma série de preorientações para sua recepção e também de que na obra de Guimarães Rosa temos como marca constitutiva a ficção de um leitor no texto. Essa ficção apresenta-se desde Sagarana até Ave, palavra e Estas estórias, livros publicados postumamente.  Para entender como se dá essa ficcionalização do leitor, partiremos aqui da análise desse aspecto nos contos “Corpo fechado”, “Desenredo” e “Antiperipléia”, o primeiro de Sagarana e os dois últimos de Tutaméia.

Biografia do Autor

Mônica Gama, Universidade de São Paulo
Mestranda em Literatura Francesa (FFLCH-USP)
Publicado
2006-12-18
Como Citar
Gama, M. (2006). Aproximação de um problema: a ficção do leitor nas tramas de Guimarães Rosa. Magma, (9), 45-51. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1769.mag.2006.64529
Edição
Seção
Ensaios