O diálogo das virtudes (um ensaio sobre Brecht. Peças dos anos 30.)

  • Ricardo Martins Valle Universidade de São Paulo.
Palavras-chave: Mutter Courage - Galileu - teatro épico - ética - estética teatral

Resumo

Nos anos 30, algumas peças de Brecht revelam, pela contradição, uma relativização das virtudes e dos vícios: o mercado, como a guerra, neutraliza pela raiz qualquer fronteira ética, separa forma e conteúdo, desumaniza. Entre a rigidez dos binômios morais e o seu esvaziamento de sentido, o humanismo político e estético de Brecht parece perseguir uma nova moral, histórica e dialética.

 

Biografia do Autor

Ricardo Martins Valle, Universidade de São Paulo.

Formado em Letras (alemão-português), mestrando do Departamento de Letras Clássicas Vemáculas-FFLCH/USP.

Publicado
2001-12-18
Como Citar
Valle, R. (2001). O diálogo das virtudes (um ensaio sobre Brecht. Peças dos anos 30.). Magma, 1(7), 37-45. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1769.mag.2001.86837
Edição
Seção
Ensaios