Mulheres entre os essênios ou mulheres no Qumran? Um estudo sobre gênero no Documento de Damasco, no Pergaminho das Regras e nas fontes históricas relacionadas aos essênios

  • Clarisse Ferreira da Silva Universidade de São Paulo
Palavras-chave: judaísmo antigo, Manuscritos do Mar Morto, movimento essênio, comunidade de Qumran, mulher.

Resumo

Atualmente, o debate referente a questões relativas à mulher tornou-se mais acirrado entre os especialistas em Manuscritos do Mar Morto. O assunto é especialmente difícil de evitar quando pensamos que temas como relações sexuais ou casamento estão presentes nas suas regras e no seu sistema de pureza ritual em documentos tão importantes quanto o Documento de Damasco e o Rolo do Templo. É evidente a impossibilidade de que uma mesma comunidade seguisse as regras conforme as lemos no Documento de Damasco, na Regra da Congregação e na Regra da Comunidade. Eles simplesmente refletem realidades diversas. A comunidade vislumbrada no Documento de Damasco, em que famílias viviam em propriedades privadas, não pode ser a mesma que é indiretamente descrita na Regra da Comunidade, um documento que trata de uma comunidade em que as pessoas compartilhavam seus bens, suas refeições e seu tempo enquanto rezavam, estudavam as Escrituras e trabalhavam em conjunto. Nesse sentido, se o movimento descrito no Documento de Damasco incluía mulheres entre seus membros, isso quereria dizer, consequentemente, que a Comunidade de Qumran, vivendo isolada no deserto da Judeia, também recebia mulheres para estabelecer uma vida em comum com o grupo dentro de seus limites? Especialistas como C. Wassen e E. Schuller estão entre aqueles que devotam parte de seus estudos diretamente a esse tema, buscando respostas por meio das descobertas arqueológicas do sítio de Qumran, dos manuscritos encontrados nas suas cavernas e nas fontes históricas de Fílon, Josefo e Plínio. Esses esforços estão direcionados para a compreensão do papel social, possibilidades e cotidiano de algumas (ou muitas) mulheres judias que adentraram a dinâmica de um movimento fechado na virada do primeiro milênio e, ao mesmo tempo, para entender um pouco mais do modus operandi daquela sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clarisse Ferreira da Silva, Universidade de São Paulo
Pós-doutora pelo departamento de História da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo
Publicado
2014-12-12
Como Citar
Silva, C. (2014). Mulheres entre os essênios ou mulheres no Qumran? Um estudo sobre gênero no Documento de Damasco, no Pergaminho das Regras e nas fontes históricas relacionadas aos essênios. Mare Nostrum, 5(5), 18-43. https://doi.org/10.11606/issn.2177-4218.v5i5p18-43
Seção
Artigos