Mudanças Espaciais na Casa Republicana. A Higiene Pública e Outras Novidades

  • Maria Cecília Naclério Homem

Resumo

Na virada do século, a República recém-proclamada propôs um novo programa político fundamentado, de preferência, na higiene pública. Assumiu o controle do espaço urbano e doméstico por meio de uma legislação rigorosa e da execução dos serviços relativos ao saneamento da terra e da água. Em geral, a casa urbana permaneceu no alinhamento da rua, dependente de lotes populares, estreitos e alongados. Internamente, também preferiu a distribuição tradicional, feita no sentido frente-fundos, acrescida de entradas, de corredores laterais e de áreas internas. A casa mais rica e ampla, dispondo de lotes maiores, introduziu espontaneamente recursos que melhor atenderam às propostas de higiene, tais como o recuo das divisas do lote e uma nova distribuição

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1993-06-19
Como Citar
Homem, M. C. (1993). Mudanças Espaciais na Casa Republicana. A Higiene Pública e Outras Novidades. Pós. Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Arquitetura E Urbanismo Da FAUUSP, (3), 5-18. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v0i3p5-18
Edição
Seção
nao definida