Estudo comparativo de duas técnicas farmacopéicas de avaliação da atividade antimicrobiana dos fármacos: nistatina, eritromicina, neomicina e gentamicina

  • Tatiane Margato Vital Universidade Federal de Goiás; Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública
  • Cleomenes Reis Universidade Federal de Goiás; Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública
  • Marco Túlio Antonio García-Zapata Universidade Federal de Goiás; Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública
  • Luiz Carlos da Cunha Universidade Federal de Goiás; Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública
Palavras-chave: Atividade antimicrobiana, Nistatina, Eritromicina, Neomicina, Gentamicina

Resumo

Através das técnicas de difusão em ágar com discos de papel e cilindros de aço inoxidável, analisou-se quantitativamente a atividade antimicrobiana de 123 medicamentos contendo os fármacos: nistatina (43 amostras de creme vaginal), eritromicina (14 amostras de comprimidos e 9 amostras de suspensão oral), gentamicina (33 amostras de líquido injetável) e neomicina (24 amostras de creme de uso tópico), mediante as seguintes cepas de microrganismos: Saccharomyces cerevisiae ATCC 2601 para a nistatina; Staphylococcus epidermidis 12228 para a gentamicina e neomicina e Micrococcus luteus ATCC 9341 para a eritromicina. O preparo das cepas, soluções de padrão e amostra e meios de cultura nos dois métodos seguiram as recomendações da Farmacopéia Brasileira IV (1988) e Farmacopéia Americana 24 (2000). Os resultados foram analisados estatisticamente pelos testes de Fisher (p=0,05) e Student (p=0,05). Dentre as 43 amostras de nistatina creme vaginal analisadas, verificaram-se pelo teste de Student , diferenças pouco significativas (para p=0,05) de atividade antimicrobiana entre os métodos dos discos e cilindros; porém no teste de Fisher não houve diferenças. Nas amostras de eritromicina, gentamicina e neomicina não se obtiveram diferenças significativas entre os testes estatísticos de Fisher e Student. Conclui-se que, para a eritromicina, gentamicina, neomicina e nistatina, a análise de atividade antimicrobiana pela técnica dos discos de papel pode substituir a técnica dos cilindros de aço inoxidável.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2004-06-01
Como Citar
Vital, T., Reis, C., García-Zapata, M., & Cunha, L. (2004). Estudo comparativo de duas técnicas farmacopéicas de avaliação da atividade antimicrobiana dos fármacos: nistatina, eritromicina, neomicina e gentamicina. Revista Brasileira De Ciências Farmacêuticas, 40(2), 219-227. https://doi.org/10.1590/S1516-93322004000200011
Seção
Trabalhos Originais