Sentimento do investidor e gerenciamento de resultados no Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1808-057x201909130

Palavras-chave:

finanças comportamentais, sentimento do investidor, gerenciamento de resultados, accruals discricionários, decisões operacionais

Resumo

A pesquisa analisa se existe associação temporal entre o sentimento do investidor e o gerenciamento de resultados no Brasil. Vários estudos investigaram os determinantes do gerenciamento de resultados, fatores externos ou internos das empresas e normativos, mas poucos consideraram fatores pessoais, tal como o sentimento dos investidores no Brasil. Com esta investigação, restou patente, pelos achados, que a qualidade dos accruals é afetada pelo sentimento do investidor. Para os participantes do mercado de capitais brasileiro, esta pesquisa reforça a necessidade da análise mais criteriosa dos resultados reportados pelas empresas, uma vez que os gestores, em resposta ao sentimento do investidor, podem gerenciar resultados para inflar o lucro contábil mediante accruals e influenciar a capacidade de o mercado precificar corretamente as ações. Evidencia-se que, muito mais do que decisões financeiras, as escolhas contábeis estão sujeitas aos sentimentos dos investidores. Deve-se considerar o efeito do sentimento dos investidores entre os determinantes de um futuro gerenciamento de resultados. Utilizou-se amostra composta por empresas brasileiras não financeiras que negociaram ações na Brasil, Bolsa e Balcão (B3) de 2010 a 2016. O índice de sentimento do investidor foi apurado conforme a metodologia de Baker e Wurgler (2007). Para gerenciamento de resultados, utilizaram-se os modelos de Kang e Sivaramakrishnan (1995), Kothari, Leone e Wasley (2005) e Dechow, Hutton, Kim e Sloan (2012). As estimativas foram feitas por meio de regressões para dados em painel pooled, efeito fixo e dinâmico com o GMM system estimator (generalized method of moments). Os accruals discricionários estão positivamente associados com o sentimento do investidor no mercado de capitais brasileiro, semelhante a mercados com maior eficiência informacional e inobstante o sistema code-law. Analisando separadamente os períodos de baixo e alto sentimento, os achados sugerem que os gestores aumentam os accruals após alto sentimento e os reduzem depois de baixo sentimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-05-12

Como Citar

Santana, C. V. S., Santos, L. P. G. dos, Carvalho Júnior, C. V. de O., & Martinez, A. L. (2020). Sentimento do investidor e gerenciamento de resultados no Brasil. Revista Contabilidade & Finanças, 31(83), 283-301. https://doi.org/10.1590/1808-057x201909130

Edição

Seção

Artigos Originais