Perfil clínico-epidemiológico dos portadores de hipertensão atendidos na atenção básica do estado de Alagoas

  • Raphaela Costa Ferreira Universidade Federal de Alagoas. Faculdade de Nutrição. Laboratório de Nutrição em Cardiologia e Comorbidades
  • Bruna Merten Padilha Universidade Federal de Alagoas. Faculdade de Nutrição. Laboratório de Nutrição em Cardiologia e Comorbidades
  • Yasmin Eugênia Santos e Silva Pedrosa Universidade Federal de Alagoas. Faculdade de Nutrição. Laboratório de Nutrição em Cardiologia e Comorbidades
  • Rosielle Batista Ferreira Universidade Federal de Alagoas. Faculdade de Nutrição. Laboratório de Nutrição em Cardiologia e Comorbidades
  • Poliana Coelho Cabral Universidade Federal de Pernambuco. Departamento de Nutrição
  • Sandra Mary Lima Vasconcelos Universidade Federal de Alagoas. Faculdade de Nutrição. Laboratório de Nutrição em Cardiologia e Comorbidades
Palavras-chave: Hipertensão. Obesidade. Fatores de risco. Antropometria. Epidemiologia. Atenção Primária à Saúde.

Resumo

Modelo do estudo: Estudo transversal, de base populacional, descritivo. Objetivo do estudo: Descrever o perfil clínico-epidemiológico dos portadores de hipertensão arterial sistêmica atendidos na atenção básica do estado de Alagoas. Metodologia: Estudo realizado nas Unidades Básicas de Saúde de 12 municípios de Alagoas, entre 2014 e 2015, com indivíduos entre 20 e 60 anos, de ambos os sexos, portadores de hipertensão arterial sistêmica. Foram coletados dados socioeconômicos, demográ- ficos, clínicos, de estilo de vida, antropométricos e bioquímicos. Os dados foram analisados segundo estatística descritiva, no Epi-Info versão 7. Resultados: Foram avaliados 645 indivíduos. Destes, 86,2% eram mulheres, 62,3% estavam com a pressão arterial não controlada, 72,8% tinham baixa escolaridade, 11,1% eram fumantes, 26,3% consumiam bebida alcoólica, 64,7% eram sedentários, 48,4% eram obesos, 73,6% apresentavam risco cardiovascular muito elevado, segundo a circunferência da cintura; 54,4% e 47,2% apesentavam colesterol total e triglicerídeos elevados, respectivamente. Conclusão: Visto que a hipertensão arterial sistêmica é um importante problema de saúde pública e que apresenta consequências graves, o conhecimento do perfil da população hipertensa de Alagoas facilitará o tratamento integral à saúde dos portadores dessa condição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raphaela Costa Ferreira, Universidade Federal de Alagoas. Faculdade de Nutrição. Laboratório de Nutrição em Cardiologia e Comorbidades
Mestre em Nutrição. Nutricionista. Membro do Laboratório de Nutrição em Cardiologia e Comorbidades – Nutricardio, Faculdade de Nutrição da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).
Bruna Merten Padilha, Universidade Federal de Alagoas. Faculdade de Nutrição. Laboratório de Nutrição em Cardiologia e Comorbidades
Mestre em Nutrição. Docente, Membro do Laboratório de Nutrição em Cardiologia e Comorbidades – Nutricardio. Faculdade de Nutrição da Ufal.
Yasmin Eugênia Santos e Silva Pedrosa, Universidade Federal de Alagoas. Faculdade de Nutrição. Laboratório de Nutrição em Cardiologia e Comorbidades
Graduanda em Nutrição, Membro do Laboratório de Nutrição em Cardiologia e Comorbidades – Nutricardio, Faculdade de Nutrição da Ufal.
Rosielle Batista Ferreira, Universidade Federal de Alagoas. Faculdade de Nutrição. Laboratório de Nutrição em Cardiologia e Comorbidades
Graduanda em Nutrição, Membro do Laboratório de Nutrição em Cardiologia e Comorbidades – Nutricardio, Faculdade de Nutrição da Ufal.
Poliana Coelho Cabral, Universidade Federal de Pernambuco. Departamento de Nutrição
Doutora em Nutrição. Docente, Departamento de Nutrição, Universidade Federal de Pernambuco.
Sandra Mary Lima Vasconcelos, Universidade Federal de Alagoas. Faculdade de Nutrição. Laboratório de Nutrição em Cardiologia e Comorbidades
Doutora em Química. Docente, Coordenadora do Laborató- rio de Nutrição em Cardiologia e Comorbidades – Nutricardio, Faculdade de Nutrição da Ufal.
Publicado
2018-05-21
Como Citar
Ferreira, R., Padilha, B., Pedrosa, Y., Ferreira, R., Cabral, P., & Vasconcelos, S. (2018). Perfil clínico-epidemiológico dos portadores de hipertensão atendidos na atenção básica do estado de Alagoas. Medicina (Ribeirao Preto. Online), 50(6), 349-357. https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v50i6p349-357
Seção
Artigo Original