Álcool e sistema nervoso central

Autores

  • Tissiana Marques Haes Área de Neurologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo
  • Diego V. Clé Área de Neurologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo
  • Tiago F. Nunes Área de Clínica Médica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo
  • Jarbas S. Roriz-Filho Universidade de Fortaleza
  • Julio C. Moriguti Divisão de Clínica Médica Geral e Geriatria da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v43i2p153-163

Palavras-chave:

Alcoolismo. Sistema Nervoso Central. Nervos Periféricos. Músculos.

Resumo

Os efeitos patológicos do uso do álcool sobre o Sistema Nervoso Central (SNC) são bem conhecidos, embora nem todos tenham explicação satisfatória. Os sintomas podem advir de qualquer nível do neuroeixo incluindo o encéfalo, nervos periféricos e músculos. Traumatismos cranioencefálicos devido aos graves acidentes automobilísticos causados por motoristas embriagados também devem ser mencionados como consequência do álcool sobre o SNC.O fator genético é outro determinante importante do risco para patogênese do grupo de sintomas que juntos são característicos ou indicativos da condição específica (alcoolismo), incluindo a predisposição individual para o alcoolismo.O objetivo deste texto é listar as complicações mais importantes do álcool sobre o SNC, importantes para o conhecimento do clínico. Enquanto a confirmação diagnóstica, o tratamento e o seguimento de várias das complicações mencionadas neste capítulo são normalmente de responsabilidade do neurologista, o clínico é frequentemente o primeiro a avaliar o paciente e deve estar suficientemente familiarizado com afecções do cérebro e da coluna espinhal para formular o diagnóstico e o tratamento inicial visando o controle ou a cura do problema; estas duas vertentes de abordagens têm provado alterar o provável curso de inúmeras afecções sobre o SNC, causados pelo abuso do álcool, especialmente a possibilidade de poder revertê-las.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tissiana Marques Haes, Área de Neurologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Médica Assistente da Clínica Médica do Hospital Estadual de Ribeirão Preto.

Pós-graduanda da Área de Neurologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Diego V. Clé, Área de Neurologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Ex-Médico Assistente da Clínica Médica do Hospital Estadual de Ribeirão Preto.

Pós-graduando da Área de Neurologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Tiago F. Nunes, Área de Clínica Médica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Médico Assistente da Clínica Médica do Hospital Estadual de Ribeirão Preto.

Pós-graduando da Área de Clínica Médica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Jarbas S. Roriz-Filho, Universidade de Fortaleza

Ex-Médico Assistente da Clínica Médica do Hospital Estadual de Ribeirão Preto.

Professor Doutor da Faculdade de Medicina da Universidade de Fortaleza

Julio C. Moriguti, Divisão de Clínica Médica Geral e Geriatria da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Diretor de Atividades Clínicas do Hospital Estadual de Ribeirão Preto e Professor Livre-Docente da Divisão de Clínica Médica Geral e Geriatria da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Downloads

Publicado

2010-06-30

Como Citar

1.
Haes TM, Clé DV, Nunes TF, Roriz-Filho JS, Moriguti JC. Álcool e sistema nervoso central. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30º de junho de 2010 [citado 29º de outubro de 2020];43(2):153-6. Disponível em: http://www.periodicos.usp.br/rmrp/article/view/173

Edição

Seção

Capítulos