Aplicações da ribotipagem na epidemiologia molecular de infecções bacterianas

  • Ana Lúcia C. Darini Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
  • Vanda D. Magalhães Hospital Israelita Albert Einstein de São Paulo.
  • Luciana S. P. Crott Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Epidemiologia Molecular. Técnicas para Tipagem de Bactérias. Infecções Bacterianas.

Resumo

A tipagem molecular do genoma bacteriano, na maioria das vezes, envolve a análise de fragmentos de restrição do

DNA cromossômico. Desde que a ribotipagem foi descrita, em 1986, tem sido amplamente utilizada para analisar relações taxonômicas e/ou epidemiológicas entre os diferentes grupos de organismos. A ribotipagem usa o padrão de restrição do opéron de RNA ribossômico (rrn) como ferramenta epidemiológica e tem fornecido ótimos resultados para a detecção de polimorfismo do comprimento dos fragmentos de restrição (RFLPs). O número de opérons rrn da bactéria está diretamente relacionado ao potencial discriminatório da técnica, fornecendo um maior ou menor número de bandas.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Lúcia C. Darini, Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Docentes do Departamento de Análises Clínicas, Toxicológicas e Bromatológicas da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Vanda D. Magalhães, Hospital Israelita Albert Einstein de São Paulo.
Doutora em Microbiologia, Coordenadora do Laboratório de Biologia Molecular do Hospital Israelita Albert Einstein de São Paulo.
Luciana S. P. Crott, Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Docentes do Departamento de Análises Clínicas, Toxicológicas e Bromatológicas da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Publicado
1998-03-30
Como Citar
1.
Darini AL, Magalhães V, Crott L. Aplicações da ribotipagem na epidemiologia molecular de infecções bacterianas. Medicina (Ribeirao Preto Online) [Internet]. 30mar.1998 [citado 12ago.2020];31(1):73-0. Available from: http://www.periodicos.usp.br/rmrp/article/view/7637
Seção
Revisão
Bookmark and Share