Autonomia e independência: percepção de adolescentes com deficiência visual e de seus cuidadores

Autores

  • Gabriela Cordeiro Corrêa do Nascimento Universidade Federal do Paraná
  • Jhenifer Geisa Burnagui Universidade Federal do Paraná
  • Mariana Peres da Rosa Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v27i1p21-28

Palavras-chave:

Terapia Ocupacional, Pessoa com deficiência visual, Adolescentes, Autonomia Pessoal.

Resumo

A deficiência visual constitui-se como fator limitante para a aquisição de funções e habilidades essenciais em todas as fases de desenvolvimento. Considerando que a adolescência se constitui como fase de vida marcada por transições, pela construção de identidade própria e conquista de autonomia e independência, para o adolescente com deficiência visual, esta etapa de vida pode ser marcada por maiores dificuldades na aquisição destas habilidades, destacando, ainda, que a família possui papel central neste contexto. Buscou-se com este estudo analisar se há diferenças entre as percepções de adolescentes com deficiência visual e de seus cuidadores quanto às vivências e experiências de autonomia e independência desses indivíduos. Para tanto, foi necessário identificar a compreensão dos participantes quanto aos termos autonomia e independência. A fim de atingirem-se os objetivos, foi utilizada a metodologia de pesquisa qualitativa exploratória-descritiva. Obteve-se dissonâncias entre os entendimentos dos termos, porém, após a explicação dos conceitos adotados para este estudo, todos os participantes descreveram os adolescentes como autônomos e independentes e não existiram discrepâncias quanto às percepções das vivências dos mesmos. Contudo, considera-se necessário a realização de mais pesquisas nesta área, visto a relevância da conceituação dos termos autonomia e independência para a Terapia Ocupacional e a escassez de publicações encontrada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriela Cordeiro Corrêa do Nascimento, Universidade Federal do Paraná

Docente do Departamento de Terapia Ocupacional da Universidade Federal do Paraná na área de Desenvolvimento e contextos escolares.

Jhenifer Geisa Burnagui, Universidade Federal do Paraná

Acadêmica do Curso de Terapia Ocupacional da Universidade Federal do Paraná.

Mariana Peres da Rosa, Universidade Federal do Paraná

Acadêmica do Curso de Terapia Ocupacional da Universidade Federal do Paraná.

Downloads

Publicado

2016-07-01

Como Citar

Nascimento, G. C. C. do, Burnagui, J. G., & Rosa, M. P. da. (2016). Autonomia e independência: percepção de adolescentes com deficiência visual e de seus cuidadores. Revista De Terapia Ocupacional Da Universidade De São Paulo, 27(1), 21-28. https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v27i1p21-28

Edição

Seção

Artigo Original