Versão brasileira do Social Support Appraisals: estudos de confiabilidade e validade

  • Carolina Elisabeth Squassoni Universidade Federal de Sao Carlos
  • Thelma Simões Matsukura Universidade Federal de São Carlos
  • Maria Paula Panúncio-Pinto Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Palavras-chave: Apoio social, Criança, Adolescente, Validade dos testes.

Resumo

O Social Support Appraisals avalia a percepção de crianças e adolescentes sobre o apoio social recebido da família, amigos, professores e outras pessoas da comunidade. O objetivo do estudo foi avaliar a confiabilidade e a validade de construto da versão brasileira do instrumento. Participaram 766 crianças e adolescentes, com idades entre 9 e 18 anos. Para a coleta de dados foram usados o Formulário de Identificação, a versão brasileira do Social Support Appraisals e o Questionário de Capacidades e Dificuldades. Resultados: A análise fatorial indicou uma estrutura com 5 fatores na qual se verificaram itens isolados no fator F5. Diante disso, os respectivos itens foram excluídos e as análises posteriores foram feitas considerando os 23 itens restantes. Quanto à consistência interna, o índice de alfa foi igual a 0,89 para a escala total. Foi encontrada validade divergente entre a versão brasileira do Social Support Appraisals e o Questionário de Capacidades e Dificuldades, mostrando-se parcialmente satisfatória. Considera-se que este estudo permite disponibilizar uma versão reduzida do instrumento para a utilização em pesquisas futuras, a fim de dar continuidade às investigações acerca do apoio social e associações com variáveis relacionadas ao desenvolvimento infantojuvenil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolina Elisabeth Squassoni, Universidade Federal de Sao Carlos

Terapeuta Ocupacional. Doutorado e Mestrado em Educação Especial pelo Programa de Pós Graduação em Educação Especial da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Professora substituta do Departamento de Terapia Ocupacional da UFSCar, São Carlos, São Paulo, Brasil.

Thelma Simões Matsukura, Universidade Federal de São Carlos
Terapeuta Ocupacional. Pós-doutorado em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (USP). Doutorado e Mestrado em Saúde Mental pelo Programa de Pós-Graduação em Saúde Mental da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto/USP. Professora Associada da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e orientadora do Programa de Pós-Graduação em Terapia Ocupacional e do Programa de Pós-Graduação em Educação Especial da UFSCar, São Carlos, São Paulo, Brasil.
Maria Paula Panúncio-Pinto, Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto

Terapeuta Ocupacional. Doutorado em Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem pela Universidade de São Paulo (USP). Mestrado em Psicologia da Educação pela Universidade Estadual de Campinas. Docente do curso de Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP.

Publicado
2016-07-01
Como Citar
Squassoni, C., Simões Matsukura, T., & Panúncio-Pinto, M. P. (2016). Versão brasileira do Social Support Appraisals: estudos de confiabilidade e validade. Revista De Terapia Ocupacional Da Universidade De São Paulo, 27(1), 1-11. https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v27i1p1-11
Seção
Artigo Original