Autor e vítima: a vulnerabilidade social de jovens que cometeram atos infracionais em Belo Horizonte

  • Thamyris Cristina Silva Pereira Universidade Federal de Minas Gerais
  • Jhonatan Natércio dos Reis Universidade Federal de Minas Gerais
  • Luciana Assis Costa Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Adolescente, Delinquência juvenil, Vulnerabilidade social, Territorialidade.

Resumo

A rápida estruturação de espaços urbanos e a falta de planejamento para provimento de bens de serviços básicos vêm somar-se às precariedades diversas, criando ambientes propícios para a estruturação de atividades criminosas. Em Belo Horizonte, o Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional contabilizou, em 2010, 9.864 entradas de adolescentes infratores. O suporte e assistência oferecidos no território são fundamentais para compreender o acesso que possuem os indivíduos que nele residem. O Índice de Qualidade de Vida Urbana (IQVU) analisa esta questão. O objetivo do estudo foi identificar o grau de cobertura de bens e serviços urbanos das regiões de Belo Horizonte onde residem os adolescentes que deram entrada no CIA-BH e, posteriormente, correlacioná-lo ao perfil socioeconômico desses jovens. Trata-se de um estudo descritivo baseado em dados secundários, oriundos do IQVU, de 1994 a 2006, somado a dados oficiais sobre o perfil socioeconômico de adolescentes que cometeram atos infracionais, em Belo Horizonte, no período de janeiro a dezembro de 2010. Os resultados permitem inferir que a maior parte do público estudado está inserida em locais de baixo acesso a insumos básicos e se encontra em condição de vulnerabilidade social. A falta de aparatos sociais pode não explicar ou ter correlação direta com a delinquência juvenil, mas aumenta as oportunidades de envolvimento com a vida do crime.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thamyris Cristina Silva Pereira, Universidade Federal de Minas Gerais
Discente do Curso de Terapia Ocupacional da UFMG
Jhonatan Natércio dos Reis, Universidade Federal de Minas Gerais
Discente do Curso de Terapia Ocupacional da UFMG
Luciana Assis Costa, Universidade Federal de Minas Gerais

Professora Adjunta do Departamento de Terapia Ocupacional da Universidade Feceral de Minas Gerais.

Área campo social da TO; Saúde pública e Políticas sociais

Publicado
2015-09-04
Como Citar
Pereira, T. C., Reis, J., & Costa, L. (2015). Autor e vítima: a vulnerabilidade social de jovens que cometeram atos infracionais em Belo Horizonte. Revista De Terapia Ocupacional Da Universidade De São Paulo, 26(2), 258-266. https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v26i2p258-266
Seção
Artigo de Atualização