A eficácia do Snoezelen na redução das estereotipias em adultos com deficiência intelectual: um estudo de caso da intervenção da terapia ocupacional em salas de estimulação multissensorial

  • Ana Sofia Pinto Lopes Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria
  • Janine Vanessa Martins Araújo Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria
  • Marco Paulo Vieira Ferreira Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria
  • Jaime Emanuel Moreira Ribeiro Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria
Palavras-chave: Comportamento estereotipado, Deficiência intelectual, Terapia ocupacional.

Resumo

Existem escassas evidências sobre a eficácia da intervenção em salas de Snoezelen na redução de estereotipias em adultos com deficiência intelectual. Neste sentido, o presente estudo pretendeu avaliar a relação entre esta estimulação multissensorial e a redução de estereotipias em adultos com deficiência intelectual. Por meio da metodologia de estudo de caso, analisou-se o comportamento de um sujeito antes, durante e após estimulação multissensorial em salas de Snoezelen, durante dez sessões bissemanais, com a duração de 1h30. A recolha de dados foi concretizada por entrevista semiestruturada aos cuidadores formais do sujeito e da observação direta participante e não participante com registo audiovisual das sessões. Após a análise dos dados, com a utilização do software WebQDA, foi possível concluir que a estimulação multissensorial em sala de Snoezelen contribuiu para a redução das estereotipias no sujeito em estudo, durante a sua realização como imediatamente após, num contexto distinto. Outra evidência do presente estudo sugere que existe uma redução da frequência de estereotipias a médio prazo bem como o aumento da interação e comunicação do sujeito com o terapeuta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Sofia Pinto Lopes, Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria
Aluna do 4º ano do curso de licenciatura em Terapia Ocupacional da Escola Superior de Saúde de Leiria do Instituto Politécnico de Leiria.
Janine Vanessa Martins Araújo, Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria
Aluna do 4º ano do curso de licenciatura em Terapia Ocupacional da Escola Superior de Saúde de Leiria do Instituto Politécnico de Leiria.
Marco Paulo Vieira Ferreira, Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria
Aluno do 4º ano do curso de licenciatura em Terapia Ocupacional da Escola Superior de Saúde de Leiria do Instituto Politécnico de Leiria.
Jaime Emanuel Moreira Ribeiro, Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria

Professor Adjunto Convidado do curso de licenciatura em Terapia Ocupacional; Coordenador do Departamento de Ciências e Tecnologias da Saúde da Escola Superior de Saúde – Instituto Politécnico de Leiria.

Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria.

Unidade de Investigação em Saúde (UIS) Centro de Investigação Inclusão e Acessibilidade em Ação (iACT).

Centro de Investigação “Didática e Tecnologia na Formação de Formadores” (CIDTFF) Portugal.
Publicado
2015-09-04
Como Citar
Lopes, A. S., Araújo, J. V., Ferreira, M. P., & Ribeiro, J. E. (2015). A eficácia do Snoezelen na redução das estereotipias em adultos com deficiência intelectual: um estudo de caso da intervenção da terapia ocupacional em salas de estimulação multissensorial. Revista De Terapia Ocupacional Da Universidade De São Paulo, 26(2), 234-243. https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v26i2p234-243
Seção
Artigo Original