O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto está em espaço 1,5; usa uma fonte times 12; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cega foram seguidas.

Diretrizes para Autores

1.   Objetivos da publicação

Significação – Revista de Cultura Audiovisual publica artigos e resenhas dedicados ao estudo dos meios e processos audiovisuais e dos sistemas digitais, pensando-os em sua diversidade de práticas e de ideias que envolvem os seus processos específicos de reflexão, criação, produção e difusão. As entrevistas e traduções são definidas pela comissão editorial.

Com periodicidade semestral, a revista aceita trabalhos originais e inéditos (de autoria individual ou coletiva) de doutores e doutorandos, em sistema de fluxo contínuo. As resenhas podem ser submetidas por mestrandos e devem versar sobre obras recentes, ou seja, e devem versar sobre obras recentes, ou seja, o ano de publicação da obra resenhada deve coincidir ou ser em um ano anterior à edição que pretende submeter a resenha.

Os textos enviados não poderão ser submetidos a outras publicações.

Recomenda-se que no momento da submissão o autor, ou os eventuais co-autores, não tenham publicado qualquer artigo em nossa revista nos últimos três números.

2. Processo editorial

Os artigos submetidos ao Conselho Editorial que não atenderem às exigências mínimas previstas nas normas não participarão do processo de avaliação. Todos os artigos são analisados e enviados ao processo de avaliação por membros do conselho a consultores ad hoc, integrantes de sua comissão científica e especialistas no assunto, em sistema de avaliação cega (sem identificação de autoria; as instruções para submissão de artigo para avaliação cega se encontram no sistema) conforme afinidade temática. O processo de avaliação leva de 4 a 8 semanas, e seu resultado é comunicado por e-mail aos autores/as, que serão notificados sobre aceitação ou recusa do texto, ou receberão uma solicitação para realizar modificações. As mudanças estão sujeitas a nova apreciação e submissão do artigo. Em caso de aprovação, o texto passa por revisão ortográfica e gramatical, em contato com os/as autores/as para solução de dúvidas. Após revisão e diagramação, os artigos são publicados na edição indicada da revista, e seus autores, avisados da publicação por e-mail. O momento da publicação das contribuições recebidas será decidida pelo Conselho Editorial.

3. Formatação

Metadados da Submissão

1. Os dados referentes à autoria (nome, sobrenome, e-mail, instituição/afiliação, país, resumo da biografia, contribuidores e agências de fomento) e ao texto (resumo, palavras-chave, abstract, key words, referências) deverão ser incluídos no portal em seção específica, o chamado “Metadados da Submissão”.

2. Na seção “Metadados da Submissão” o primeiro passo é escolher o idioma do formulário. Escolhido o idioma correspondente ao texto submetido, o autor deve preencher todos os campos indicados.

3. A seguir, o autor deve escolher o idioma “inglês” e preencher novamente os campos correspondentes.

Cabeçalho

1. Título do trabalho (70 caracteres com espaço) em negrito, em português e em inglês, em fonte Times New Roman, tamanho 12.

2. Resumo (700 caracteres com espaço) e palavras-chave (de três a cincio), em fonte Times New Roman, tamanho 12, com iniciais minúsculas e separadas por ponto e vírgula.

3. Abstract (700 caracteres com espaço) e key words (de três a cinco), em fonte Times New Roman, tamanho 12, com iniciais minúsculas e separadas por ponto e vírgula.

4. Esses itens também devem ser incluídos em “Metadados da Submissão”

Formatação do arquivo

Os textos deverão ser submetidos da seguinte forma:

1. Arquivo em programa word (.doc) ou compatível (.rtf).

2. Espaçamento 1,5, formato A4, fonte Times New Roman, tamanho 12.

3. Texto corrido, com recuo a cada parágrafo e sem espaço entre parágrafos.

4. Títulos e subtítulos devem ser destacados em negrito (com espaço antes deles), sem numeração.

5. Palavras em língua estrangeira ao idioma do artigo, com exceção do português, devem vir em itálico.

6. As citações devem ser traduzidas para o idioma do artigo sem necessidade de reproduzir em nota o original.

O texto deve ter 45 mil caracteres com espaço, incluídos nesse limite título, resumo, abstract, ilustrações, notas e bibliografia.

Ilustrações (fotografias, desenhos, figuras, quadros, gráficos e tabelas)

1. Devem estar no corpo do texto, com as devidas fontes de referência.

2. Títulos e legendas devem estar imediatamente abaixo das figuras e dos gráficos e imediatamente acima dos quadros e das tabelas. Todos deverão estar numerados consecutivamente, em arábico.

3. É de responsabilidade do autor obter e apresentar permissão para reproduzir imagens, ilustrações, tabelas, gráficos etc.

Notas de rodapé

1. Devem ser usadas somente para comentários, não para citações bibliográficas.

2. Devem ser digitadas na mesma página em fonte Times New Roman e tamanho 9.

Citações referenciais

1. Identificar as referências (em parênteses) no texto, colocando o sobrenome do autor (com todas as letras em maiúsculo), o ano e, quando necessário, a página.

Exemplos:

Um autor: (WENTH, 1998, p. 12); dois autores: (LAMARE; SOARES, 1990, p. 134-135); três ou mais autores: (HARRIS et al, 1998, p. 26).

2. As citações referenciais não vão em nota de rodapé, mas no corpo do texto, logo após o trecho citado. Exemplo: (KELSEN, 1979, p. 91).

3. Citações com mais de quatro linhas deverão vir em parágrafo específico, com recuo de 4 cm e tamanho 10, e espaçamento simples.

4. Não usar Idem ou Ibidem.

Referências Bibliográficas

Os trabalhos devem ser normalizados de acordo com as NBRs 6023 (referenciação bibliográfica) e 10520 (citação no corpo do texto) - de 2002 - da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Exemplos de formatos:

1. Livros:

CALDWELL, J. T. Televisuality: style, crisis, and authority in American television. New Jersey: Rutgers, 1995.

  • Prenomes dos autores abreviados; maiúscula apenas na primeira letra do título; não utilizar prenomes em editoras, desde que isso não comprometa a identificação.
  • Subtítulo em minúscula e depois de dois pontos.

2. Capítulo de livro:

STAM, R. “As vanguardas históricas”. In. Introdução à teoria do cinema. Campinas: Papirus, 2010, p. 72-75.

3. Capítulo em livro com textos de vários autores:

GUNNING, T. “Cinema e história”. In. XAVIER, I. (org.). Cinema no século. Rio de Janeiro: Imago, 1996, p. 21-44.

4. Artigos de jornal:

GIDDENS, A. "A Terceira Via em cinco dimensões". Folha de S. Paulo, Caderno Mais!, 21 fev. 1999, p. 4.

5. Teses e dissertações:

MUANIS, F. As metaimagens na televisão contemporânea: as vinhetas da Rede Globo e MTV. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2010.

6. Artigos científicos:

PAIVA, S. “A propósito do gênero road movie no Brasil: um romance, uma série de TV e um filme de estrada”. Rumores, São Paulo, v. 1, n. 6, set.-dez. 2009.

7. Anais de congresso:

REGUILLO, R. “El lenguaje e los narcos”. In: SEMINARIO NARCOTRÁFICO Y VIOLENCIA EN CIUDADES DE AMÉRICA LATINA: retos para un nuevo periodismo, 2009, México. Anais eletrônicos... México: FNPI, 2009. Disponível em: <http://cosecharoja.fnpi.org/wp-content/uploads/2010/09/Seminario_Narco.pdf>. Acesso em: 15 ago. 2011.

Referências Audiovisuais

1. Filmes:

1.1. No corpo do texto a referência deve incluir titulo do filme na língua original em itálico, tradução para o português entre parênteses, ano (entre parênteses), nome do diretor.

Exemplos:

Cabra marcado para morrer (1984), de Eduardo Coutinho. Spellbound (Quando fala o coração, 1945), de Alfred Hitchcock.

1.2. Nas referências filmográficas, videográficas, radiofônicas:

TÍTULO. Autor e indicação de responsabilidade relevantes (diretor, produtor, realizador, roteirista e outros). Coordenação (se houver). Local: Produtora e distribuidora, data. Descrição física com detalhes de número de unidades, duração em minutos, sonoro ou mudo, legendas ou de gravação. Série, se houver. Notas especiais.

Exemplos:

SANEAMENTO básico, o filme. Jorge Furtado, Brasil, 2007.

TROIS coleurs: Bleu (A liberdade é azul). Krysztof Kieslowski, França-Polônia-Suiça, 1993.  

BREAKING Bad. Criação: Vince Gilligan. EUA, 2008-2013.

DOWNTON Abbey. Criação: Jullian Fellowes. Inglaterra, 2010-2014. Rio de Janeiro: GNT, 2014.

1.3. DVD:

TÍTULO. Autor e indicação de responsabilidade relevantes (diretor, produtor, realizador, roteirista e outros). Coordenação (se houver). Local: Produtora e distribuidora, data. Descrição física: duração em minutos, zona, sistema. Notas especiais.

Exemplos:

EU te amo. Direção: Arnaldo Jabor. Música: Tom Jobim e Chico Buarque. Brasil, 1981, colorido, 110min. DVD, São Paulo: Versátil Home Vídeo, colorido, 106 min, NTSC, 1999. 

L’AMOUR a mort. Direção: Alain Resnais. Roteiro: Jean Grualt. Música: Hans-Werner Henze. França, 1984, 88 min. DVD, Paris: MK2 Editions, colorido, 158min., Zona 2, PAL, 2003.

1.4. Filme do sistema digital (Youtube e outros):

TÍTULO. Autor e indicação de responsabilidade relevantes (diretor, produtor, realizador, roteirista e outros). Coordenação (se houver). Local: Produtora e distribuidora, data. Descrição física: duração em minutos, sistema. Endereço eletrônico e data do último acesso.

Exemplo:

MEMÓRIA para uso diário. Direção: Beth Formaggini. Brasil, 86min.

https://www.youtube.com/watch?v=Ys4781EYPBU. Último acesso 30/06/2014.

2. Discos:

AUTOR (compositor, executor, intérprete). Título. Direção artística (se houver). Local: Gravadora, número de rotações por minuto, sulco ou digital, número de canais sonoros. Número do disco.

Exemplo:

COBOS, L. Suíte 1700: con The Royal Philharmoníc Orchestra. Rio de Janeiro: Sony Music, 1990. 1 disco (45 min.): 33 1/3 rpm, microssulcos, estéreo. 188163/1-467603.

4. Ética

Cabe também ao(s) autor(es) a obtenção da aprovação de comitês éticos em artigos que envolvam pesquisas com seres humanos.

5. Originalidade e ineditismo         

Consideram-se originais as proposições e tratamentos teóricos, metodológicos e analíticos que não encontram precedentes na revisão bibliográfica de uma dada área do conhecimento e que, portanto, gozem de um caráter inovador. Para que um texto seja inédito, este não deve ter sido publicado anteriormente. Isso inclui formatos impressos e digitais, com ou sem registro. Em casos de trabalhos que constem em anais de eventos e também materiais já disponíveis em repositórios institucionais (dissertações e teses), os autores são incentivados a revisar suas produções levando em consideração as discussões feitas com os pares antes de realizar submissão à revista.

6. Redundância ou duplicação de publicação         

Todos os artigos passam por processo de detecção de redundância tanto por programas antiplágio como por ação humana. Os resultados são informados aos editores, que passam a investigar e a reunir provas documentais. São observadas a extensão e a natureza da redundância.

Se a sobreposição não for significativa, os revisores serão informados da decisão e dos procedimentos da revisão. Em casos de sobreposição menor – com alguns elementos de redundância ou sobreposição legítima (por exemplo, exposição de métodos, atualização de análises já feitas ou discussão focada em públicos diferentes) – o autor será contatado e informado sobre a posição do periódico. Será explicado que aquele trabalho secundário deve referenciar o original ou, então, ter o material em sobreposição removido. Esse procedimento é acompanhado de revisão e decisão editorial.

Para sobreposições extensas ou resultados muito similares, evidenciando que o autor tentou esconder a redundância, não citando o trabalho anterior, haverá contato por escrito com o autor da submissão apresentando documentação que evidencia duplicação ou redundância e a declaração assinada por ele de que o trabalho submetido não foi publicado em nenhum outro lugar.

Se a resposta do autor for satisfatória – por exemplo, republicação legítima – este será informado sobre a posição do periódico e o comportamento futuro esperado. Quando a resposta for insatisfatória ou houver admissão de culpa, o autor será informado sobre a rejeição de sua submissão e os editores considerarão informar o ocorrido aos agentes superiores e/ou responsáveis pela pesquisa. O revisor também será avisado sobre a ação tomada.

7. Plagiarismo

Casos suspeitos de plagiarismo devem ser informados aos editores. A notificação é confirmada e tem início a reunião de provas documentais a partir de avaliação sobre o grau de cópia.

Em casos de cópia menor – frases curtas, por exemplo, e nenhuma atribuição errada de dados – os editores contatarão o autor da submissão, explicando a posição do periódico e a necessidade de correção do trabalho. Os que relataram a suspeita de plagiarismo serão informados sobre as ações do periódico.

Quando se tratar de plagiarismo claro – com uso de grandes porções de texto e/ou dados, como se fossem de autoria própria – será feito contato por escrito com o autor da submissão, enviando-lhe uma cópia da declaração de autoria e originalidade feita por ele juntamente com as evidências encontradas de plagiarismo. O autor deverá entrar em contato com os editores, fornecendo explicações.

Se a resposta aos editores for satisfatória, o autor será instruído sobre a posição do periódico e o comportamento futuro desejado. Mas, se for insatisfatória, será considerada a retirada do trabalho submetido ou já publicado e o ocorrido será informado aos veículos editoriais envolvidos, também aos agentes superiores e/ou responsáveis pela realização da pesquisa, bem como à vítima e aos leitores.

Nos casos em que o autor não fornecer resposta aos editores, haverá tentativa de contato com os co-autores e/ou a instituição do autor, solicitando que o problema seja informado aos seus superiores ou responsáveis pela pesquisa. Se não houver respostas, o contato será refeito no período de 3 a 6 meses. Depois disso, será cogitado o contato com outras autoridades.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.