Cinésica Marcária

  • André Luiz Maranhão de Souza Leão Universidade Federal de Pernambuco
  • Sérgio Carvalho Benício de Mello Universidade Federal de Pernambuco
  • Suélen Matozo Franco Universidade Federal de Pernambuco
Palavras-chave: marcas, consumo, movimentos cinésicos, etnografia da comunicação

Resumo

Cada vez mais as marcas têm sido reconhecidas como unidades de sentido, capazes de oferecer dotar de significados o universo de consumo. No entanto, a área de marketing tende a assumir esses significados como algo corporativamente gerido, passível de controle pelas organizações, pressupondo um consumidor passivo. O presente estudo entende a marca como um signo linguístico, que recebe significados diversos em seus contextos de uso. Alinhada a essa visão pragmática, realizamos uma etnografia da comunicação, investigando marcas em seu contexto de uso linguístico. Dentre os diversos aspectos passíveis de observação, detivemo-nos nos movimentos cinésicos, assumindo que o corpo possui uma linguagem que participa no processo de significação. Nossos achados apontam para como o corpo contribui para a significação das marcas, uma abordagem inovadora em relação à literatura vigente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André Luiz Maranhão de Souza Leão, Universidade Federal de Pernambuco

Professor do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Pernambuco (Propad/UFPE). Pesquisador do Lócus de Investigação em Economia Criativa. Bolsista de produtividade em pesquisa pelo CNPq.

Sérgio Carvalho Benício de Mello, Universidade Federal de Pernambuco
Professor do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Pernambuco (Propad/UFPE). Pesquisador do Lócus de Investigação em Economia Criativa. Bolsista de produtividade em pesquisa pelo CNPq.
Suélen Matozo Franco, Universidade Federal de Pernambuco
Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Pernambuco (Propad/UFPE). Professora substituta do Departamento de Ciências Administrativas da mesma instituição.
Publicado
2014-06-03