A imprensa, o consumo (de informação, inclusive) e o fetiche da tecnologia

  • Eugênio Bucci Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Jornalismo, Consumo, Tecnologia, Informação, Democracia

Resumo

Este artigo encerra uma reflexão teórica com o objetivo de tematizar o impacto das novas tecnologias na percepção de profissionais, usuários e pesquisadores de jornalismo, publicidade e comunicação social de modo mais amplo. Localizando pontos de conexão entre o universo da imprensa e a sociedade de consumo, mediada por técnicas comunicacionais específicas da publicidade e mesmo das relações públicas, o texto recupera na história recente depoimentos de pensadores sobre o advento de mudanças disruptivas, com o objetivo de mostrar que: (1) a sensação de que as coisas nunca mudaram tão depressa data pelo menos de alguns séculos; e (2) é preciso prudência para não idolatrar as inovações da técnica como se fossem o útero do futuro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eugênio Bucci, Universidade de São Paulo

Professor associado do Departamento de Jornalismo e Editoração da ECA-USP, onde dá aulas de graduação e pós-graduação (no PPGCOM, Ciências da Comunicação). É conselheiro do Institutos de Estudos Avançados da USP e superintendente de Comunicação Social da USP. É integrante do grupo de pesquisa “Jornalismo, Direito E Liberdade”, vinculado ao Instituto de Estudos Avançados e à ECA-USP.

Publicado
2016-12-21