De portas abertas para o consumo

retórica da McDonald’s sob pressão

  • Leonardo Mozdzenski Universidade Federal de Pernambuco
  • Bruno Anselmo da Silva Universidade Federal de Pernambuco
Palavras-chave: Consumo, Publicidade, Alimentação saudável, Discurso, Retórica

Resumo

O consumo de alimentos ligados à saudabilidade e sustentabilidade vem conquistando notoriedade midiática e valoração social e marcária positiva. Partindo desta constatação, propomos discutir este fenômeno alicerçando-nos nos preceitos da análise do discurso de linha francesa, com o objetivo de observar como as redes de restaurante fast-food buscam se reinventar neste novo cenário. Em particular, investigamos de que modo se dá a construção retórico-discursiva do ethos e do pathos na campanha publicitária McDonald’s Portas Abertas e quais efeitos de sentidos são aí evocados para persuadir o consumidor sobre a qualidade dos produtos da rede.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonardo Mozdzenski, Universidade Federal de Pernambuco

Doutor em Linguística pelo Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), doutorando em Comunicação pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFPE. Integrante do grupo de pesquisa Publicidade Híbrida e Narrativas de Consumo (CNPq/ UFPE), coordenado pelo Prof. Dr. Rogério Covaleski.

Bruno Anselmo da Silva, Universidade Federal de Pernambuco

Doutorando em Comunicação pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Ilustrador e diretor de criação da Boracriar Comunicação e Arte. Integrante do grupo de pesquisa Religião, Comunicação e Consumo (CNPq/ UFPE), coordenado pela
Profa. Dra. Karla Patriota Bronsztein.

Publicado
2019-07-31