Moda, Cultura de Consumo e Modernidade no Século XIX

  • Valéria Brandini
Palavras-chave: modernidade, moda, comunicação, cultura, urbe

Resumo

Este artigo apresenta uma reflexão teórica acerca da relação entre a moda e a cultura urbana na modernidade industrial do século XIX, onde a primeira é tomada como objeto de representação, mais propriamente, comunicação das novas estruturas socioculturais emergentes da segunda. A moda como discurso, corpus comunicacional em evidência neste período sócio-histórico, é aqui analisada sob uma perspectiva interdisciplinar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valéria Brandini
Possui graduação em Ciências Sociais, modalidade Antropologia pela Universidade Estadual de Campinas (1995), mestrado em Ciências da Comunicação com ênfase em Publicidade e Marketing pela Universidade de São Paulo (1998), doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo em convênio com a Central Saint Martin's School of Fashion and Design e a Universitá La Sapienza (com bolsa de doutorado da FAPESP) (2003). Atualmente é professor conferencista da Universidade Estadual de Campinas, docente horista, professor conferencista da Universidade Estadual de Londrina, professor horista do SENAC Moda SÃO PAULO, professor horista da Universidade Anhembi Morumbi, pesquisador colaborador sênior da Universidade Estadual de Campinas. Avaliadora de cursos e avaliadora institucional do MEC. Pesquisador co-associado do Obervatório de Sinais, especialista em etnografia do consumo e antropologia empresarial. Coordenadora de pesquisas do Grupo Culturas Empresariais da Unicamp.
Publicado
2009-06-16