Receptores Imaginados: Os Sentidos do Popular

  • Maria Salett Tauk Santos Universidade Federal Rural de Pernambuco
Palavras-chave: culturas populares, estudos culturais, recepção, hibridização cultural

Resumo

O texto apresenta, de forma resumida, os resultados de uma pesquisa empírica sobre os sentidos do popular. A partir da abordagem teórica sobre as culturas populares, na perspectiva dos estudos culturais contemporâneos, partiu-se para um estudo que analisa os sentidos do popular em segmentos que, pela atividade laboral, estão na condição de popular ou mantêm alguma relação ou compromisso com este. O confronto entre os aportes teóricos e os sentidos que o popular adquire nos domínios do empírico demonstra algumas coincidências: o caráter de desigualdade como operam as culturas populares. Entretanto, revela um certo descompasso: o empírico conceitua o popular na relação cultura hegemônica, culturas populares; a teoria avança para compreender o popular contemporâneo nos processos de hibridização, explosão e dispersão de referências culturais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Salett Tauk Santos, Universidade Federal Rural de Pernambuco
Doutora em Ciências da Comunicação pela ECA/USP. Professora do Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural e Desenvolvimento Local – Posmex da Universidade Federal Rural de Pernambuco.
Publicado
2009-06-16