Análise semiótica da marca mãe terra: o potencial comunicativo de suas embalagens

  • Francine Cruz de Cerqueira Lima FSP-USP
  • Bárbara Miklasevicius FEA-USP
Palavras-chave: semiótica, embalagem, rótulo, Mãe Terra, alimentos saudáveis

Resumo

O objetivo desse trabalho é avaliar o potencial de significado das embalagens da marca Mãe Terra. A embalagem de um produto tem função dupla: é uma forma de publicidade e fonte de informação. No caso de alimentos com apelo saudável, como é o caso dos comercializados pela marca analisada, essas duas funções muitas vezes se misturam. Pelo método semiótico, apresenta-se o potencial de significado comunicado pela Mãe Terra aos consumidores em busca de alimentos mais saudáveis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francine Cruz de Cerqueira Lima, FSP-USP

Jornalista pela ECA-USP e mestranda em Nutrição em Saúde Pública na FSP-USP, com 15 anos de atuação profissional na imprensa escrita, principalmente na área de comportamento e saúde. Endereço: Rua Joaquim Antunes, 797/ 63; CEP 05415-012, SP-SP. Telefone: (11) 99754 8711.

Bárbara Miklasevicius, FEA-USP
Relações Públicas pela ECA-USP, com especialização em marketing pela EAESP-FGV e 15 anos de experiência em marketing de grandes empresas, é atualmente mestranda em Administração (Marketing) da FEA-USP. Endereço: R. Dr. Renato Paes de Barros, 322/171; CEP 04530-000; SP-SP. Telefone: (11) 99146-8609.
Publicado
2012-12-04