O samba mais honito do mundo

  • Arthur Nestrovski Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Palavras-chave: Tom Jobim, “Águas de março”, canção brasileira

Resumo

“ Águas de março” (1972) serve de emblema da arte de Tom Jobim como compositor de canções. O cruzamento de elementos muito diversos da cultura — popular e erudita — dá-se ali com um equilíbrio que é tanto musical como poético e afetivo. Tal equilíbrio é em boa medida resultado do trabalho humano da composição, que acrescenta novos planos de sentido à letra. A vocação brasileira da canção, como modo singular de a cultura se entender e se dar a si mesma, chega aqui a um limite, tão mais notável por assumir uma forma assim generosa e modesta

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Arthur Nestrovski, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
é professor titular do programa de pós-graduação em Comunicação e Semiótica da puc/sp
Publicado
2003-12-08
Como Citar
Nestrovski, A. (2003). O samba mais honito do mundo. Teresa, (4-5), 130-143. Recuperado de http://www.periodicos.usp.br/teresa/article/view/116372