As partes e o todo: possíveis efeitos dos sistemas de memórias de tradução na produção do tradutor em formação

Autores

  • Érika Nogueira de Andrade Stupiello Professora do curso de Bacharelado em Letras com Habilitação de Tradutor da Unesp de São José do Rio Preto, São Paulo
  • Lara Cristina dos Santos Talhaferro Bacharela do curso Letras com Habilitação de Tradutor da Unesp de São José do Rio Preto, São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.v25i0p13-37

Palavras-chave:

Sistemas de memórias de tradução, segmentação textual, Wordfast

Resumo

Os sistemas de memórias de tradução são hoje um componente essencial de
apoio ao tradutor que presta serviços de tradução especializada e lida com volumosos materiais textuais. Tendo por função básica fragmentar e armazenar a produção tradutória para posterior recuperação em trabalhos afins, essas ferramentas oferecem ao tradutor uma visão compartimentada do texto. Buscando investigar os possíveis efeitos da adoção de sistemas de memórias na produção de tradutores em formação, este trabalho apresenta resultados de uma pesquisa que comparou traduções de dois textos comerciais com e sem o auxílio de um sistema de memória. Os resultados indicam que a segmentação pode influenciar tanto a produção quanto a organização do texto traduzido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Érika Nogueira de Andrade Stupiello, Professora do curso de Bacharelado em Letras com Habilitação de Tradutor da Unesp de São José do Rio Preto, São Paulo

É professora do curso de Bacharelado em Letras com Habilitação de Tradutor em Língua Inglesa na Unesp de São José do Rio Preto. Ministra as disciplinas de Tecnologias de Tradução e Prática de Tradução em Língua Inglesa. É doutora em Estudos Linguísticos (Estudos da Tradução) pela Unesp. Pesquisadora na área de Estudos da Tradução (tecnologias de tradução e tradução juramentada) e membro do Grupo de Pesquisa Multitrad. Autora do livro Ética profissional na tradução assistida por sistemas de memórias (Editora Unesp)

Lara Cristina dos Santos Talhaferro, Bacharela do curso Letras com Habilitação de Tradutor da Unesp de São José do Rio Preto, São Paulo

É formada pela Universidade Estadual Paulista no curso de Bacharelado em Letras com Habilitação de Tradutor (inglês e espanhol). Iniciou seus estudos em Tradução na área de Tecnologias da Tradução com pesquisa de Iniciação Científica (Fapesp processo n. 2013/15841-0) e atualmente se prepara para ingressar no Mestrado. 

Downloads

Publicado

2015-06-02

Como Citar

Stupiello, Érika N. de A., & Talhaferro, L. C. dos S. (2015). As partes e o todo: possíveis efeitos dos sistemas de memórias de tradução na produção do tradutor em formação. Tradterm, 25, 13-37. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.v25i0p13-37

Edição

Seção

Artigos