Tradução como ferramenta de intermediação cultural a exemplo da obra Histórias da Noite (Erzähler der Nacht), de Rafik Schami

Autores

  • Fernando Martins de Toledo Mestrando do programa de Estudos da Tradução pela Universidade de São Paulo.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.v25i0p83-96

Palavras-chave:

tradução intercultural, intermediação cultural, Rafik Schami, Migrantenliteratur.

Resumo

Com a ascensão da literatura intercultural em diversas partes do mundo, o diálogo entre as culturas se faz cada vez mais necessário, de modo a promover a convivência e a compreensão da existência do Outro e de Si próprio. O desdobramento desta questão vem sendo paulatinamente construído no contexto recente brasileiro por meio da tradução de obras de autores estrangeiros, permitindo o acesso a outras formas culturalmente condicionadas de percepção de mundo e de realidade. Em uma primeira instância do artigo em questão, o conceito de tradução é abordado como uma ferramenta que fomenta o intercâmbio cultural através de sua intermediação. O debate acerca desta questão é ilustrado em um segundo momento, cuja obra Histórias da Noite (original alemão: Erzähler der Nacht), de Rafik Schami, escritor sírio exilado na Alemanha, será utilizada como objeto de análise.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Martins de Toledo, Mestrando do programa de Estudos da Tradução pela Universidade de São Paulo.

Mestrando do programa de Estudos da Tradução pela Universidade de São Paulo. Graduado em Letras (Português/Alemão) pela mesma universidade.  E-mail: fernando.toledo@usp.br

Downloads

Publicado

2015-06-02

Como Citar

Toledo, F. M. de. (2015). Tradução como ferramenta de intermediação cultural a exemplo da obra Histórias da Noite (Erzähler der Nacht), de Rafik Schami. Tradterm, 25, 83-96. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.v25i0p83-96

Edição

Seção

Artigos