Tradução e retradução de Os Sertões de Euclides da Cunha: Análise de duas traduções em Inglês

Autores

  • John Robert Schmitz Professor aposentado, Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.v26i0p121-146

Palavras-chave:

Melhoramento, original, subcapítulos, supressão, estudos da tradução, omissão.

Resumo

O objetivo deste artigo é comparar as traduções para o inglês da obra prima Os Sertões de Euclides da Cunha publicada em 1944 por Samuel Putnam com a retradução elaborada por Elizabeth Lowe em 2010. Três trechos retirados do original são comparados com as respectivas versões com o intuito de propor uma análise baseada em dados, evitando impressões subjetivas. Os dados levantados indicam que
as duas traduções são competentes, mas ambas apresentam pontos fortes e fracos. A análise comparativa mostra casos de omissão por parte de Lowe de conteúdos presentes no texto fonte. Putnam tem sido criticado por Straile and Fitz (1995), e também assinalado por Lowe (2014), por ele ter suprimido muitas das elipses constantes do texto original. Argumenta-se que um critério único para o assesoramento de traduções não é suficiente e um close reading de textos baseada na análise de dados conduz a uma avaliação persuasiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

John Robert Schmitz, Professor aposentado, Universidade Estadual de Campinas

Schmitz veio ao Brasil na qualidade de bolsista Fulbright (USP) no ano escolar 1961-1962 com a finalidade de realizar um projeto de pesquisa sobre Os Sertões de Euclides da Cunha. Ele participou dos trabalhos da Semana Euclidiana na cidade de São José do Rio Pardo, S.P. e visitou Canudos em janeiro 1962. Formado em nível de graduação na área de espanhol (City University of New York, 1957) e no de pós-graduação Teacher´s College da Columbia University (1961) no campo de ensino e aprendizagem de línguas (inglês e espanhol como línguas estrangeiras), John fez o doutoramento em linguística aplicada na PUC-SP (1975). Atualmente aposentado, mas ainda ativo, ele foi professor universitário nos EUA (Southern Connecticut State Unniversity), PUC-SP, UNESP-Assis e Unicamp, sempre ligado à área de Linguística Aplicada. Em 2014, Dicionário de Epônimos e Topônimos da Língua Portuguesa (Editora Prismas: Curitiba). O curriculum se encontra no CNPq/Lattes e tem uma página pessoal (John Robert Schmitz) na Internet. Naturalizou-se cidadão brasileiro em 1993.

Downloads

Publicado

2015-12-29

Como Citar

Schmitz, J. R. (2015). Tradução e retradução de Os Sertões de Euclides da Cunha: Análise de duas traduções em Inglês. Tradterm, 26, 121-146. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.v26i0p121-146

Edição

Seção

Artigos