“Relato de um certo oriente” de Milton Hatoum: a (in)visibilidade dos tradutores

Autores

  • Ana Patrícia Cavalcanti Queiroz Universidade Federal do Amazonas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.v26i0p161-177

Palavras-chave:

Equivalência, domesticação, estrangeirização

Resumo

Este artigo se propõe a evidenciar o nível de visibilidade de Ellen Watson e John Gledson nas traduções para a língua inglesa da obra Relato de um certo oriente, escrito por Milton Hatoum. A obra foi traduzida para diversas línguas e tem Ellen Watson como a responsável pela versão intitulada The tree of the seventh heaven, publicada nos Estados Unidos, em 1994. A publicada na Inglaterra contou com a revisão da Watson e de John Gledson e recebeu o título Tale of a certain orient. Por meio da análise, observamos as decisões tomadas pelos tradutores em ambas versões ao se depararem com palavras típicas da região norte do Brasil. Limitamos nossa análise ao nível das palavras devido a uma questão de recorte metodológico, o que não diminui a importância dos outros níveis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Patrícia Cavalcanti Queiroz, Universidade Federal do Amazonas

Professora Substituta no curso de Letras - Língua e Literatura Inglesa da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Professora no curso de especialização Docência em Língua Inglesa da Escola Superior Batista do Amazonas (ESBAM). Mestranda em Estudos da Linguagem - Linguística no Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL) da UFAM. Pesquisadora do grupo de pesquisa "Discurso e Práticas Sociais" liderado pelo prof. Dr. Sérgio Augusto Freire de Souza. Especialista em Docência da Língua Inglesa da ESBAM. Graduada em Letras - Língua e Literatura Inglesa da UFAM.

Downloads

Publicado

2015-12-29

Como Citar

Queiroz, A. P. C. (2015). “Relato de um certo oriente” de Milton Hatoum: a (in)visibilidade dos tradutores. Tradterm, 26, 161-177. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.v26i0p161-177

Edição

Seção

Artigos