Traduções osmosemióticas: escutando em alemão, falando em inglês e desenhando em português

Autores

  • Paula Mastroberti Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.v27i0p39-49

Palavras-chave:

Quadrinhos, contos de fadas, tradução intersemiótica, cultura germânica

Resumo

Ensaio, a partir de Michel Foucault, Nicolas Bourriaud e da semiótica de Charles S. Peirce, entre outros, algumas reflexões sobre minha experiência como autora brasileira convidada pelo Instituto Goethe para produzir uma história em quadrinhos que de alguma forma refletisse a experiência de ter residido durante 30 dias em Berlim. A narrativa resultante, cujo título fiz questão de manter em alemão, Zwei Rosen in Berlin, procura justamente expressar não apenas o entrecruzamento linguístico vivido (português, inglês e alemão, idiomas dos quais me servi), mas também imaginário, em que o conhecido conto dos irmãos Grimm, Schneeweißchen und Rosenrot, conhecido por nós, brasileiros, como Rosa Branca e Rosa Vermelha, ao ser versado para a linguagem dos quadrinhos, adquire outras tonalidades ao assumir por cenário a capital alemã.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Mastroberti, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes

É Bacharel em Artes Plásticas pela UFRGS e Doutora em Letras pela PUCRS. É, além de artista gráfica e escritora, professora do Instituto de Artes da UFRGS. São seus temas de pesquisa: artes gráficas (ilustração, quadrinhos e animações), artes, literatura e educação, artes, literatura e tecnologias e cultura midiática. Entre seus trabalhos mais recentes destacam-se: Peter Pan na Cultura das Mídias (2015) e Bowing — exposição de quadrinhos em homenagem a David Bowie (2016). Contato: pmastroberti@gmail.com. Site da autora: www.mastroberti.art.br

Downloads

Publicado

2016-10-04

Como Citar

Mastroberti, P. (2016). Traduções osmosemióticas: escutando em alemão, falando em inglês e desenhando em português. Tradterm, 27, 39-49. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.v27i0p39-49