Análise da segmentação linguística nas legendas para surdos e ensurdecidos (LSE) do filme Virada Radical: estudo baseado em corpus

Autores

  • Vera Lúcia Araújo Universidade Estadual do Ceará (UECE), Fortaleza, Brasil.
  • Daniel Arraes Universidade Estadual de Maringá (UECE), Maringá, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.v30i30p102-129

Palavras-chave:

Tradução audiovisual, Acessibilidade, Legendagem para surdos e ensurdecidos, Estudo baseado em corpus.

Resumo

Para inserir-se na sociedade, a comunidade surda depende de programação audiovisual com legendas que atendam suas necessidades, mas quais os critérios para medir a qualidade destas legendas? Segundo apontaram pesquisas feitas pelo grupo Legendagem e Audiodescrição (LEAD) (Araújo; Nascimento, 2011; Araújo; Vieira; Monteiro, 2013), um fator importante é a qualidade da segmentação (divisão entre inserções de legenda ou quebra de linha), especialmente a segmentação linguística, feita segundo a sintaxe, tal que o respeito à estrutura dos sintagmas nas quebras de linhas parece facilitar a compreensão dos programas pelos surdos. Este artigo descreve os problemas de segmentação linguística das legendas do filme Virada Radical, propondo ressegmentações. Das 1074 legendas coletadas, 5,4% apresentaram problemas, principalmente nos sintagmas verbais e nominais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vera Lúcia Araújo, Universidade Estadual do Ceará (UECE), Fortaleza, Brasil.

Professora do Programa de Pós-graduação em Linguística Aplicada (PosLA) da Universidade Estadual do Ceará (UECE).

Daniel Arraes, Universidade Estadual de Maringá (UECE), Maringá, Brasil.

Mestrando do Programa de Pós-graduação em Linguística Aplicada (PosLA) da Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Downloads

Publicado

2017-12-20

Como Citar

Araújo, V. L., & Arraes, D. (2017). Análise da segmentação linguística nas legendas para surdos e ensurdecidos (LSE) do filme Virada Radical: estudo baseado em corpus. Tradterm, 30, 102-129. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.v30i30p102-129

Edição

Seção

Artigos