Tradução e adaptação transcultural de instrumentos de avaliação em Fonoaudiologia para o português brasileiro: uma análise das diretrizes

Autores

  • Nayara Ribeiro da Silva Universidade do Sagrado Coração e Faculdade de Odontologia de Bauru
  • Leila Maria Gumushian Felipini Universidade do Sagrado Coração

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.v32i0p32-51

Palavras-chave:

Tradução (processo), Adaptação Transcultural, Diretrizes, Fonoaudiologia, Avaliação

Resumo

No Brasil, há escassez de instrumentos formais e objetivos comercialmente disponíveis em português e indicados para avaliação e diagnóstico na área de Fonoaudiologia. Uma forma que alguns pesquisadores têm encontrado para amenizar esse problema é traduzir instrumentos já disponíveis em outras línguas. Historicamente, a adaptação de instrumentos elaborados em outra cultura e/ou idioma se detinha à simples tradução do original ou à comparação literal dessa tradução com uma retrotradução. No entanto, há algum tempo pesquisadores de diferentes áreas temáticas vêm sugerindo que a avaliação semântica seja apenas um dos passos necessários ao processo de adaptação transcultural. Neste sentido, são propostos na literatura alguns conjuntos de instruções padronizadas e diretrizes específicas para a tradução e a adaptação transcultural de instrumentos. O objetivo deste estudo é apresentar as diretrizes recorrentes em estudos que executam a tradução e a adaptação transcultural de instrumentos. Para isso, foram selecionados 27 artigos científicos, indexados em bases de dados nacionais e internacionais, que descreviam esse processo em suas metodologias. As oito diretrizes verificadas – como as propostas por Guillemin, Bombardier e Beaton (1993) e pelo Scientific Advisory Committee of Medical Outcomes Trust (2002) – são consideradas bastante completas, o que reflete a grande preocupação por parte da maioria dos pesquisadores ao traduzir e adaptar instrumentos de avaliação em fonoaudiologia para uso no Brasil.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nayara Ribeiro da Silva, Universidade do Sagrado Coração e Faculdade de Odontologia de Bauru

Bacharel em Tradução pela Universidade do Sagrado Coração e mestranda em Fonoaudiologia pela Faculdade de Odontologia de Bauru - Universidade de São Paulo

Leila Maria Gumushian Felipini, Universidade do Sagrado Coração

Doutora em Ciências pela Faculdade de Odontologia de Bauru. Docente da Universidade do Sagrado Coração.

Downloads

Publicado

2018-12-17

Como Citar

Silva, N. R. da, & Felipini, L. M. G. (2018). Tradução e adaptação transcultural de instrumentos de avaliação em Fonoaudiologia para o português brasileiro: uma análise das diretrizes. Tradterm, 32, 32-51. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.v32i0p32-51

Edição

Seção

Artigos