As traduções do jesuíta José de Anchieta para o tupi no Brasil Colonial

Autores

  • Paulo Edson Alves Filho Universidade de Sorocaba.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2010.40280

Palavras-chave:

José de Anchieta, tradução jesuítica, Brasil colonial, tupi, indígenas do Brasil.

Resumo

As traduções de textos religiosos e as obras de José de Anchieta (1534-1597) em tupi, destinadas à catequese, apresentavam um alto grau de inculturação e tendiam a mesclar termos católicos e indígenas. Basicamente, seus propósitos eram introduzir e difundir os preceitos do  Cristianismo na cultura dos nativos do Brasil colonial. O objetivo deste artigo é demonstrar que Anchieta usou em suas traduções termos da cosmologia indígena para ilustrar conceitos cristãos sem, contudo, levar em conta seus verdadeiros significados originais. Para isso, inicialmente, analisaremos o cenário da colonização na América espanhola e portuguesa e as ações missionárias lideradas pela Companhia de Jesus. Também serão analisadas as características da língua tupi e trechos selecionados dos textos de José de Anchieta que contêm suas traduções para o tupi de importantes conceitos cristãos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-12-22

Como Citar

Alves Filho, P. E. (2010). As traduções do jesuíta José de Anchieta para o tupi no Brasil Colonial. Tradterm, 17, 11-30. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2010.40280