Tradução anotada, autor-tradutor invisível: Richard Francis Burton na Brasiliana

Autores

  • Cristina Carneiro Rodrigues Universidade Estadual Paulista

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2010.40283

Palavras-chave:

Richard Francis Burton, Américo Jacobina Lacombe, Coleção Brasiliana, relato de viagem, notas de rodapé.

Resumo

Este trabalho tem como objetivo analisar a tradução da obra do viajante e tradutor Richard Francis Burton Explorations of the Highlands of the Brazil with a full account of the gold and diamond mines, assinada por Américo Jacobina Lacombe, buscando relacionar seu trabalho às metas editoriais da Coleção Brasiliana. Subsérie da Biblioteca Pedagógica Brasileira, da Companhia Editora Nacional, a Brasiliana foi concebida em sintonia com a política dos anos 30 e 40, de expandir a educação laica e de fazer com que os brasileiros conhecessem melhor a grandeza do Brasil. O exame vai enfocar as numerosas notas do tradutor, pois é em parte delas que Lacombe revela seu propósito didático de informar seus leitores sobre a história e a geografia do país. A análise focaliza, ainda, o apagamento do trabalho de tradução do português para o inglês que Burton pratica em sua obra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-12-22

Como Citar

Rodrigues, C. C. (2010). Tradução anotada, autor-tradutor invisível: Richard Francis Burton na Brasiliana. Tradterm, 17, 67-84. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2010.40283