Tradução e Engajamento Político: o caso de Carlos Lacerda

Autores

  • Eliane Euzebio Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2010.40287

Palavras-chave:

Tradução e política, Tradução com objetivos políticos, Paratextos, Elementos paratextuais.

Resumo

Este artigo enfatiza a maneira pela qual Carlos Lacerda (1914-1977), um político brasileiro e tradutor, tenta manipular ideologicamente o leitor na sua tradução de Il est Moins Cinq, de Suzanne Labin. Inicialmente examina certos relacionamentos entre a tradução e a política e depois analisa o caso da tradução de Lacerda, que fez uma tradução com objetivos políticos, primeiro na sua escolha de uma obra que refletia a situação política brasileira, e segundo nos seus paratextos, como notas de rodapé e posfácios, que ajudaram a espalhar suas próprias opiniões políticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-12-22

Como Citar

Euzebio, E. (2010). Tradução e Engajamento Político: o caso de Carlos Lacerda. Tradterm, 17, 157-178. https://doi.org/10.11606/issn.2317-9511.tradterm.2010.40287